Maguire vê perfil de liderança em Rashford e exalta o companheiro: “Jogador mais talentoso com quem já joguei”

Capitão do Manchester United já em sua primeira temporada no clube, o zagueiro Harry Maguire entende bastante de liderança e acredita que ela precisa ser exercida não só por quem tem a braçadeira, mas por outras peças de uma equipe. E, quanto a isso, ele não tem dúvidas: Marcus Rashford, mesmo com apenas 22 anos, tem o perfil para isso, além de ser bastante técnico. “O jogador mais talentoso com quem já joguei”, definiu o zagueiro.

[foo_related_posts]

Maguire bateu um papo com o podcast oficial do Manchester United e, perguntado sobre qual havia sido o melhor jogador com quem havia jogado, elegeu o camisa 10 dos Red Devils para o posto. Um elogio significativo, considerando o alto nível recente dos atletas a representar a seleção inglesa ao lado do zagueiro.

“Dentro do campo, ele me impressionou. É o jogador mais talentoso com quem já joguei. Sempre falei muito bem sobre o Marcus quando estive com ele na seleção inglesa. Qualquer elogio a ele não é o bastante. Acho que ele terá uma carreira excepcional”, projetou Maguire.

Líder nato, o zagueiro, atualmente capitão do United, acredita que a liderança precisa estar diluída dentro de um grupo em diferentes figuras, e Maguire vê Rashford como uma dessas peças.

“Acho que, como clube, você tem que ter um capitão e contar com ele, mas é preciso espalhar o ônus da liderança no grupo. Ele sempre está tentando se fazer disponível. Dá para notar, dentro e fora do campo, ele é excelente, com seu trabalho de caridade, o que é ótimo de ver”, elogiou.

De fato, sobretudo do último ano para cá, Rashford reforçou sua imagem fora dos gramados. Garoto local, o atacante teve dificuldades na infância, crescendo com quatro irmãos e a mãe. A identificação que tem com sua comunidade é grande, mas se estende para além da contribuição feita aos arredores de onde viveu em sua infância.

Desde o início do isolamento social na Inglaterra, Rashford fez uma parceria com a instituição FareShare para arrecadar fundos para oferecer refeições a estudantes da Grande Manchester que dependiam da comida gratuita que recebiam nas escolas. O objetivo inicial era levantar £ 100 mil, mas, com a conscientização criada pela campanha do atacante, grandes empresas se juntaram às doações, doaram um total de £ 20 milhões e garantiram dois milhões de refeições semanais às crianças de Manchester.

Com este tipo de ação, além do constante crescimento dentro de campo, Rashford vai criando um futuro promissor para si, no gramado e fora dele. E Maguire não tem dúvidas de que o atacante poderá deixar seu nome na história do clube: “Não quero colocar muita pressão sobre ele, mas acho que ele será um jogador maravilhoso para o Manchester United, como já é”.