Juan Román Riquelme relembrou seus tempos áureos com a camisa do Boca Juniors. Com duas assistências e um golaço, o camisa 10 conduziu a vitória dos xeneizes sobre a Unión Española por 3 a 2, em partida realizada no estádio Santa Laura, em Santiago. Somado ao triunfo no jogo de ida, o resultado foi mais que suficiente para colocar os portenhos nas quartas de final da Copa Libertadores, esperando o vencedor do confronto entre Fluminense e Internacional.

O Boca Juniors tentou se impor desde o apito inicial e começou dando trabalho para o goleiro Eduardo Lobos desde o primeiro minuto, em cabeçada de Pablo Mouche. Os argentinos tentavam administrar o ritmo da partida, embora os chilenos pressionassem na marcação. Aos 15 minutos, Lobos faria nova defesa em cabeçada de Rolando Schiavi, que Fernando Cordero ainda precisou afastar em cima da linha.

Com tranquilidade em campo, os xeneizes chegaram ao primeiro gol aos 25 minutos, em falta na intermediária. Riquelme cobrou rasteiro e surpreendeu a defesa da Unión. Sozinho, Juan Insaurralde apareceu na segunda trave e arrematou para as redes. Na sequência, Diego Rivero ainda cabecearia para fora, desperdiçando a chance do segundo.

Os Diablos Rojos só tiveram mais ação em campo durante os 15 minutos que antecederam o intervalo. De fora da área, Emiliano Vecchio tentou acertar o canto e Agustín Orion saltou no canto para espalmar para escanteio. Nos acréscimos, o goleiro faria nova defesa segura, após finalização de Sebastian Jaime.

Apesar de demonstrar vontade no início do segundo tempo, a Unión sofreu duro golpe aos quatro minutos, quando Pablo Mouche ampliou. Após falha da defesa no domínio de uma bola, Riquelme recebeu livre e apenas rolou para o camisa 7 completar para as redes. Aos 15, Mouche ainda desperdiçaria grande lance, recebendo livre na área e chutando em cima de Lobos.

Os chilenos esboçaram uma reação logo na sequência, quando Jean Paul Pineda reduziu a desvantagem, em belo chute colocado. Porém, se passaram apenas cinco minutos para que o Boca Juniors sacramentasse o resultado. Em contra-ataque fulminante, Mouche deu um passe na medida para Riquelme. O camisa 10 deixou dois marcadores no chão, antes de tocar na saída do goleiro. Uma pintura do craque argentino.

Aos 25, Insaurralde cometeu pênalti sobre Vecchio e deu a chance para que os Diablos Rojos voltassem a encostar no placar. Orion defendeu a cobrança de Emanuel Herrera, mas Jaime não perdoou no rebote. Precisando de mais três gols, a Unión seguiu atacando, principalmente em chutes de fora da área. Dagoberto Currimilla e Vecchio levaram perigo, mas Orion salvou ambas e garantiu a classificação com vitória.