O Lyon era um dos bons candidatos a complicar o líder PSG, mas o time de Paris conseguiu uma boa vitória neste domingo, no Parque dos Príncipes. Os 4 a 2 vieram em um jogo muito bom, que teve emoções e bons desempenhos de Ángel Di Maria, o nome do jogo. No lado do Lyon, o time pode ser dividido em dois. A defesa foi terrível no jogo, enquanto o ataque teve uma boa participação.

Foi um jogo de muitas coisas diferentes. Além dos seis gols, vimos um espetáculo de bons lances, mas também de falhas grosseiras da defesa. Com todo esse caldo, o PSG manteve o hábito de vencer, mesmo ainda sem contar com o seu principal jogador, Neymar, fora dos dois últimos jogos por lesão.

O primeiro gol veio aos 22 minutos. Ele recebeu passe de Idrissa Gueye na ponta direita, avançou para cima da marcação e chutou no canto do goleiro, surpreendendo: 1 a 0. Depois, aos 38, Thomas Meunier avançou e tocou para Kylian Mbappé no meio, livre. O camisa 7 só tocou com categoria, por cima do goleiro, de primeira, e marcou: 2 a 0.

O terceiro gol poderia ser parte de uma comédia pastelão. Mbappé fez um lançamento para Draxler, que tentou o cruzamento, a defesa tirou, a bola voltou para ele, ele cruzou novamente da linha de fundo para trás e Fernando Marçal marcou um gol contra ridículo, mesmo estando livre: 3 a 0 para o PSG, logo a dois minutos do primeiro tempo.

As coisas mudaram nos minutos seguintes. Martin Terrier tabelou pelo meio, saiu na cara do gol e tocou para vencer Keylor Navas: 3 a 1, aos sete minutos. Logo em seguida, aos 14 minutos, Karl Toko Ekambi foi lançado, avançou com muita velocidade e tocou para o meio, onde estava Moussa Dembélé. O placar de 3 a 2 deixou o jogo aberto e com emoção. Pouco depois, aos 18, Dembélé teve uma nova chance, desta vez para empatar, mas desperdiçou.

O PSG, então, precisou acordar. Mbappé conseguiu levar perigo, mas não marcou. O gol veio de quem tem uma marca gigantesca pelo clube. Edinson Cavani tinha entrado no lugar de Mauro Icardi aos 31 minutos. Aos 34, ele recebeu de Di María, que tocou da direita para o meio e encontrou o centroavante para marcar o seu gol 199 pelo PSG. Uma marca história do principal artilheiro do time.

A derrota é terrível para o Lyon, que fica a 16 pontos do Olympique de Marseille, segundo colocado. O Lyon é só o nono colocado, com 33 pontos. O PSG segue líder com folga, 61 pontos.

Classificações Sofascore Resultados