Lyon sofre contra o frágil Strasbourg, mas volta a vencer depois de cinco jogos e vê Paquetá fazer boa estreia

O Lyon não vencia na Ligue 1 desde a rodada de estreia. O 4 a 1 sobre o Dijon na abertura do campeonato era um bom sinal, mas não foi acompanhado por bons resultados ou desempenhos. Só agora, na sétima rodada, os lyonnais se reencontraram com a vitória, diante de um frágil Strasbourg. Mesmo abrindo 3 a 0 no primeiro tempo, a equipe de Rudi Garcia permitiu que os donos da casa voltassem ao jogo e sofreram para segurar o triunfo por 3 a 2.

[foo_related_posts]

Além do reencontro do Lyon com a vitória, o jogo foi marcado pela estreia de Lucas Paquetá no OL. Contratado do Milan por € 20 milhões, o brasileiro aproveitou os desfalques de Bruno Guimarães, suspenso, e Maxence Caqueret, infectado pela Covid-19, para fazer seu primeiro jogo pelo clube francês, começando já como titular.

Ao longo dos 86 minutos em que esteve em campo, Paquetá fez uma boa partida, ajudando na marcação e mostrando boa chegada ao gol adversário. No primeiro tempo, chegou a marcar, encobrindo o goleiro Bingourou Kamara, mas estava impedido e viu o gol anulado. Ainda assim, participou de um dos tentos da vitória do Lyon, recuperando uma bola no campo de defesa e lançando o contra-ataque que terminaria no segundo gol do OL na partida.

Durante a primeira etapa, o jogo pareceu fácil ao time de Rudi Garcia. Contra um Strasbourg vulnerável defensivamente, Memphis Depay tomou conta da criação de jogo e distribuiu assistências. Aos 12 minutos, lançou Tino Kadewere no contra-ataque, e o atacante, jogando pela ponta direita neste domingo (18), dominou e bateu da entrada da área, contando com falha do goleiro Kamara para abrir o placar e fazer seu primeiro gol com a camisa do Lyon, em sua sexta aparição.

Aos 25 minutos, Paquetá interceptou um passe na intermediária de defesa e soltou com Depay. O camisa 10 então partiu em velocidade pela ponta direita, contra um Strasbourg completamente exposto, chegou até a área e cruzou rasteiro para a segunda trave. Karl Toko-Ekambi apareceu pela esquerda, empurrando a bola para a rede para fazer o 2 a 0.

Por fim, aos 42 da primeira etapa, o Lyon executou uma boa troca de passes, com a bola viajando entre Léo Dubois, Lucas Paquetá e Thiago Mendes, e este tocou em profundidade para Depay, dentro da área. O neerlandês driblou o goleiro, ficou sem ângulo, mas conseguiu se ajeitar para servir Toko-Ekambi, que finalizou sozinho para ampliar.

O Strasbourg, que nos minutos anteriores já tinha despertado e criado algumas chances, parando em Anthony Lopes, mais uma vez viu o goleiro português fazer boa defesa aos 43 minutos. Desta vez, no entanto, o arqueiro deu o rebote nos pés de Habib Diallo, que completou para a rede e diminuiu para 3 a 1.

Aos dez minutos do segundo tempo, o Strasbourg trabalhou bem a bola em torno da área do Lyon até Bellegarde conseguir o cruzamento para Diallo. O centroavante cabeceou com precisão, obrigando Lopes a grande defesa. Na sobra, mais uma troca rápida de passes do Strasbourg, e Simakan serviu Aholou dentro da área. O volante não desperdiçou, balançou a rede e recolocou os strasbourgeois definitivamente de volta no jogo.

Controlando as ações, o Strasbourg criou diversas chances de empatar e, diante do volume significativo, aliado ao segundo tempo fraco do Lyon, mereceu a igualdade. Ainda assim, o Lyon conseguiu se agarrar ao resultado.

Mesmo com a vitória, o Lyon segue preocupando. Depois dos quatro empates e uma derrota nas cinco rodadas anteriores, pode ter enfim feito as pazes com a vitória, mas transformou um jogo fácil em complicado, enchendo de confiança uma equipe que agora soma seis derrotas em sete jogos. Rudi Garcia não convence, e não é este jogo que fará sua imagem no comando do OL melhorar.

Classements proposés par SofaScore LiveScore