O surto de Coronavírus tem sido particularmente preocupante na Itália, afetando eventos como a Semana de Moda de Milão, rodadas da Serie A e esvaziando prateleiras de supermercados, com a população estocando comida em casa. As circunstâncias atuais colocaram em dúvida a presença da torcida da Juventus no Estádio Groupama, em Lyon, para a partida desta quarta-feira entre bianconeri e lyonnais pela ida das oitavas de final da Champions League. O clube francês, no entanto, afirma ter obtido o aval das autoridades francesas para a realização do jogo como planejado.

Nesta terça-feira, prefeitos de cidades do subúrbio de Lyon pediram para que a vinda dos torcedores italianos fosse proibida. “A perspectiva deste encontram causam medos legítimos nas populações de Décines e Meyzieu, imediatamente preocupadas pelo acolhimento e os fluxos de torcedores”, escreveram Laurence Fautra e Christophe Quiniou, em comunicado conjunto.

O medo aqui é compreendido pela questão geográfica do Coronavírus na Itália. O país já é a nação europeia com o maior número de casos, 280. Sete mortes já foram confirmadas, e as duas regiões em que surgiram o vírus na Velha Bota foram no norte do país, Lombardia, onde fica Milão, e Vêneto. Bem pertinho das duas está o Piemonte, cuja capital é Turim, casa da Juventus.

Horas depois do pedido dos prefeitos das cidades de Décines e Meyzieu, o Lyon confirmou que o jogo correria como planejado, com a presença dos torcedores italianos, que devem chegar em grande número, entre 2,5 mil e 3 mil pessoas. O clube garantiu ter recebido a aprovação das autoridades francesas competentes para o duelo.

Enquanto isso, Olivier Véran, ministro da Saúde da França, disse nesta terça (25) que a França não considera fechar sua fronteira com a Itália ou proibir a reunião de grupos grandes de pessoas como foi feito no país vizinho.

“Deveríamos proibir a concentração de pessoas? Deveríamos parar a Semana de Moda (de Paris)? Deveríamos parar as partidas? Fechar as universidades? A resposta é não”, disse o ministro.

A Itália ainda luta para conter a disseminação do Coronavírus, e fazer qualquer previsão de médio prazo sobre como a questão deverá seguir afetando os esportes é muito difícil. Por ora, pelo menos a esperada viagem a Lyon os torcedores da Juve conseguiram garantir.

Domesticamente, o futebol italiano já foi afetado, com partidas canceladas no último fim de semana e com duelos da 26ª rodada programados para acontecer atrás de portões fechados.