A Champions League Feminina já tem seus quatro semifinalistas. O atual campeão Lyon superou o Wolfsburg e está, mais uma vez, entre os quatro melhores da Europa. O Chelsea, último representante inglês, derrubou outro adversário forte, Paris Saint-Germain, em um duelo equilibrado. O Barcelona passou, com tranquilidade, pelo LSK Kvinner, da Noruega. Por fim, o Bayern de Munique passou com tranquilidade pelo Slavia Praga, da Tchéquia.

VEJA TAMBÉM: Estádio da Juventus vibrou em público recorde na Itália para o futebol feminino: mais de 39 mil

Wolfsburg 2×4 Lyon (6×3 no agregado)

O Lyon é o grande favorito para uma conquista. Seria, aliás, o quarto título consecutivo do time e o sexto no geral. Tenta também chegar à sua oitava final. O torneio foi criado em 2001 e vem ganhando mais força ao longo do tempo. Para manter a dominância que estabeleceu nos últimos anos, o Lyon venceu um adversário forte, o Wolfsburg.

No jogo de ida, o Lyon tinha vencido por 2 a 1 diante de 17.840 pessoas no estádio do clube. Le Sommer e Renard marcaram os dois gols franceses, depois de apenas 18 minutos. No segundo tempo, Nilla Fischer descontou e deu esperança para as alemãs de reverterem o resultado em casa.

O problema foi que outra vez as francesas foram avassaladoras no início. No primeiro tempo do duelo, já venciam por 2 a 0 com gols de Dzsenifer Marozsán e Wendy Renard. Só que as alemãs se recuperaram. Pernille Harder marcou dois gols que empataram o jogo e deixaram o confronto aberto novamente, com apenas quatro minutos do segundo tempo. Foi quando o Lyon mostrou a sua força e, definitivamente, colocou os dois pés nas semifinais. Eugénie Le Sommer marcou, tornando-se a oitava jogadora a atingir 40 gols na competição. E ela marcaria mais um, fechando a conta em 4 a 2 para o Lyon, mesmo na Alemanha, em um placar agregado de 6 a 3.

PSG 2×1 Chelsea (2×3 no agregado)
Maren Mjelde comemora gol pelo Chelsea contra o PSG (Foto: Getty Images)

O outro duelo foi na França. Depois de perder por 2 a 0 para o Chelsea em Londres, gols de Hannah Blundell e Erin Cuthbert, o PSG precisava reverter o placar em seus domínios. E ficou muito perto de conseguir isso. Depois de um empate sem gols no primeiro tempo, logo a dois minutos do segundo Kadidiatou Diani marcou 1 a 0 para as francesas. A goleira do Chelsea Ann-Katrim Berger acabou marcando gol contra, aos 11 minutos, e o PSG tinha igualado o placar agregado. Só que nos acréscimos, aos 46 minutos do segundo tempo, Maren Mjelde aproveitou passe de Karen Carney e marcou o gol da classificação das inglesas. A derrota por 2 a 1 fez com que o placar agregado fosse 3 a 2 para o Chelsea.

LSK Kvinner 0x1 Barcelona (0x4 no agregado)
Lieke Martens, do Barcelona (22) comemora seu gol (Foto: Uefa.com)

O Barcelona avançou sem passar sufoco. No jogo de ida, em Barcelona, as catalãs venceram o LSK Kvinner  por 3 a 0, com dois gols da inglesa Toni Duggan e outro de Mariona Caldentey. Resultado tranquilo para avançar até com derrota por dois gols de diferença fora de casa. Só que nesta quarta-feira, mesmo atuando em Lillestrom, o Barcelona venceu novamente. Desta vez, contou com gol de Lieke Martens para vencer por 1 a 0 e ficar no 4 a 0 no placar agregado.

Bayern de Munique 5×1 Slavia Praga (6×1 no agregado)
Jogadoras do Bayern de Munique comemoram (Foto: Getty Images)

O último dos semifinalistas, o Bayern de Munique, também avançou com facilidade. E olha que o primeiro jogo, em Praga, acabou em 1 a 1. Na Baviera, porém, a história foi muito diferente. Fridolina Rölfo, Melaine Leupolz, Mandy Islacker e Jull Roord marcaram para o Bayern, enquanto Katerina Skitková descontou para as tchecas. Vitória por 5 a 1 e classificação tranquila.

As semifinais da Champions League Feminina terão seus jogos de ida nos dias 20 e 21 de abril e os jogos de volta nos dias 27 e 28 do mesmo mês. A final será no dia 18 de maio, em Budapeste, no estádio do Ferencváros. De todos os times que tentam o título, o Lyon é o único a ter levantado a taça em edições anteriores. Chelsea, Bayern e Barcelona tentam alcançar a sua primeira taça na competição.