A defesa do Houston Dynamo foi uma das melhores da Major League Soccer no último ano e para muitos, deveria repetir o sucesso nesta temporada. Tudo começou bem e a defesa continuou com bons números, mas a atuação da equipe e principalmente do setor no mês de junho tem preocupado a torcida.

Nos seus dois últimos jogos, o Dynamo passou pela pior atuação defensiva da história da franquia. A equipe de Houston tomou sete gols nas partidas contra Toronto FC, em casa, e Montréal Impact, fora. Com isso, o número de tentos concedidos pelo Dynamo em junho chegou em 11 em quatro jogos, após tomar 12 nas 11 primeiras partidas.

Pelos gols tomados nas duas partidas contra as equipes canadenses, dá para ver que não é um problema apenas do setor defensivo, mas também do time inteiro. Falta marcação nas situações de bola parada, em que o Dynamo é ótimo no ataque, e a equipe também não consegue vencer as sobras de bola depois que a defesa afasta a primeira oportunidade.

“É a defesa do time como um todo”, disse Dominic Kinnear, técnico do Dynamo. “Quando você não pressiona quem está com a bola, os bons jogadores dessa liga podem fazer os passes certos. Se conversarmos antes e tomarmos decisões através de nossa comunicação, podemos cortar as oportunidades dos adversários. Não é de nossa característica, mas acho que podemos fazer isso.” 

A comunicação entre Geoff Cameron e Bobby Boswell, apontados por muitos como a melhor dupla de zaga da MLS, também parece ter se enfraquecido nos últimos jogos, tanto que um dos gols do Montréal surgiu em um bote errado de Cameron e faltou cobertura para impedir que Sanna Nyassi chegasse à frente de Tally Hall e marcasse o primeiro gol da partida.

Nos cruzamentos na área, principalmente em bolas paradas, tem faltado marcação efetiva nas opções de ataque do adversário. Em várias situações nos dois jogos, incluindo gols, a marcação não estava correta ou o jogador responsável por cercar o adversário deu um bote errado e deixou seu alvo totalmente livre.

“Não é uma questão de como podemos obter sucesso. Nós sabemos que temos essa qualidade e temos a história que pode provar isso”, disse Hall. “É questão de se juntar, estar na mesma página e cobrir o outro melhor. Quando fizermos isso, poderemos deixar de oferecer esses espaços.”

Por mais que o ataque funcione, como está fazendo (foram cinco gols nos dois jogos), se a defesa do Dynamo não voltar a funcionar como sabe, a equipe não conseguirá ganhar partidas. O fato foi comprovado nas últimas duas partidas, em que a equipe não conseguiu ganhar de dois times inferiores.

Confira os resultados da 14ª semana da MLS:

Real Salt Lake 2×3 Los Angeles Galaxy
RSL: Kyle Beckerman (9’), Alvaro Saborio (24’) / LA: Landon Donovan (29’, 68’), Mike Magee (50’)

Seattle Sounders 1×1 Sporting Kansas City
SEA: Patrick Ianni (15’) / SKC: Jacob Peterson (8’)

Colorado Rapids 1×2 San Jose Earthquakes
COL: Brian Mullan (18’) / SJ: Hunter Freeman (contra, 83’), Chris Wondolowski (92’)

Chivas USA 2×1 Montréal Impact
CHV: Alejandro Moreno (14’), Juan Pablo Ángel (82) / MON: Felipe (42’)

Houston Dynamo 3×3 Toronto FC
HOU: Bobby Boswell (20’), Will Bruin (73’, 90’) / TFC: Jeremy Hall (13’), Danny Koevermans (22’, 45’)

Vancouver Whitecaps 1×1 New York Red Bulls
VAN: Martin Bonjour (75’) / NY: Heath Pearce (86’)

Toronto FC 2×2 New England Revolution
TFC: Danny Koevermans (4’), Ryan Johnson (42’) / NE: Blake Brettschneider (71’), Chris Tierney (94’)

Philadelphia Union 4×0 Sporting Kansas City
PHI: Jack McInerney (1’, 42’), Lionard Pajoy (81’), Antoine Hoppenot (87’)

Real Salt Lake 1×2 San Jose Earthquakes
RSL: Javier Morales (79’) / SJ: Alan Gordon (75’), Chris Wondolowski (84’)

Chicago Fire 2×1 Columbus Crew
CHI: Marco Pappa (2’), Dominic Oduro (26’) / CLB: Tony Tchani (36’)

Los Angeles Galaxy 3×0 Vancouver Whitecaps
LA: Mike Magee (16’), Robbie Keane (30’), Landon Donovan (41’)

Montréal Impact 4×2 Houston Dynamo
MON: Sanna Nyassi (4’), David Arnaud (21’), Hassoun Camara (60’), Patrice Bernier (67’) / HOU: Brad Davis (16’), Will Bruin (45’)

Portland Timbers 2×1 Seattle Sounders
POR: Kris Boyd (16’), David Horst (25’) / SEA: Eddie Johnson (58’)

New York Red Bulls 3×2 D.C. United
NY: Brandon Barklage (20’, 45’), Jan Solli (55’) / DC: Chris Pontius (1’, 66’)

FC Dallas 0x0 Chivas USA