Luxemburgo exige indenização do Real Madrid

Vanderlei Luxemburgo promete dar muitas dores de cabeça ao Real Madrid ao exigir nesta quinta o pagamento de uma indenização por sua demissão. O ex-treinador da equipe merengue exige que o clube pague a totalidade dos salários até o fim do contrato, previsto inicialmente para se encerrar em 30 de junho de 2006.

O Real Madrid pretende pagar a Luxemburgo apenas a quantia referente até o dia 31 de dezembro deste ano, amparado por uma cláusula no contrato entre o clube e o brasileiro. Ainda hoje haverá uma reunião entre os representantes das duas partes para tentar resolver o impasse.

Fernando Pérez-Espinosa, advogado de Luxemburgo, alega que houve “má interpretação da cláusula indenizatória por parte da entidade que despediu o técnico”.