Romelu Lukaku afirmou que parte da imprensa é racista e que, desde que chegou ao Manchester United, ele não recebe o respeito que merece. O jogador de 25 anos, novo integrante do grupo de 20 maiores artilheiros da Premier League e ótima fase, deu a declaração em entrevista ao OTRO, um aplicativo em que jogadores falam diretamente com os torcedores. 

LEIA MAIS: Lukaku é tão forte que Bertrand deu uma voadora para derrubá-lo, mas foi como bater em uma parede

“Sou religioso e Deus sempre nos diz para perdoar. Mas eu não esqueço. Uma vez um repórter até disse: ‘Graças a Deus a mãe de Lukaku não teve um terceiro filho’. Você imagina isso? É por isso que não dou a parte da mídia minha atenção. Às vezes, você paga o preço, mas não me importo. Não vou puxar saco de alguém para ser amado. Tem um jornal que todo mundo lê e eu posso dizer: ‘Vocês são racistas’. Vocês sabem quem são” afirmou.

Lukaku disse que enfrenta problemas desde o começo da sua passagem pelo United. Começou na Supercopa da Europa, contra o Real Madrid, quando ele marcou um gol, mas perdeu chance clara, e os Red Devils foram eliminados. 

“E no próximo jogo, contra o West Ham, eu fiz dois gols. E depois no jogo seguinte marquei de novo e marquei de novo, mas sempre era ‘sim, mas…’, ‘sim, mas…’, ‘sim, mas…’. Eu nunca recebia o meu respeito. Isso aconteceu no Manchester United quando eu comecei. Foi quando percebi: ‘ok, o que quer que aconteça, as pessoas vão me olhar com olhos assim (grandes)’”, disse. 

Lukaku fez quatro gols nas últimas duas rodadas da Premier League e chegou a 12 em 26 partidas pelo Campeonato Inglês.