Com 395 gols na carreira, 138 deles marcados só no Barcelona, ao qual se juntou em 2014, Luis Suárez sabe muito bem do ofício de atacante. Por isso, outros atletas apontados por ele como referências na posição têm muito a se orgulhar, sobretudo quando ainda têm um caminho longo a trilhar. É justamente essa a situação do jovem Tammy Abraham, visto como “incrível” por Luisito.

Em entrevista ao Onefootball, Suárez fez menção à nova geração de atacantes que tem se destacado no cenário europeu. Erling Haland, do RB Salzburg, talvez seja o primeiro nome que vem à mente da maioria dos fãs de futebol, mas o uruguaio destacou mesmo o centroavante do Chelsea.

“Tem muitos atacantes jovens que estão jogando muito bem nesta temporada. Pessoalmente, tem uma série de atacantes, jovens e velhos, que gosto de ver por causa de suas habilidades. Por exemplo, eu gosto do Abraham, do Chelsea. Na minha opinião, ele é um atacante incrível, com boa finalização e que se move incrivelmente, mesmo sendo jovem”, avaliou.

Aos 22 anos, Tammy Abraham tem tido só agora sua primeira oportunidade real no Chelsea. Cria da base dos Blues, esteve emprestado nas últimas três temporadas, a Bristol City, Swansea e Aston Villa, destacando-se sobretudo neste último, durante campanha de acesso à Premier League, quando marcou 25 gols em 37 partidas da Championship 2018/19.

O bom rendimento pelo clube de Birmingham, aliado ao momento do Chelsea, proibido de contratar, acabou significando um caminho para o inglês mostrar sua capacidade em Londres. Em 13 jogos na atual temporada, anotou dez gols, superando qualquer expectativa que havia sobre si antes da campanha começar.

Além do inglês, Suárez destacou o conterrâneo uruguaio Maxi Gómez, do Valencia, e Lautaro Martínez, argentino da Inter que inclusive está no radar do Barcelona de Luisito.

“Outro é o Maxi Gómez, e não digo isso só porque ele é do Uruguai, mas também porque ele tem muitas características e habilidades que os clubes grandes buscam em um atacante. Obviamente, o Lautaro Martínez também está jogando em alto nível nesta temporada.”

Há duas semanas, Suárez admitiu em entrevista ao jornal Ovación que entende que o Barcelona deverá buscar um outro camisa 9 no futuro próximo. O uruguaio se aproxima dos 33 anos de idade e reconhece que “vai chegar uma hora em que a minha idade não permitirá que eu esteja à altura do Barcelona”.

Perguntado se vê Martínez vestindo a camisa do Barcelona, possivelmente como seu sucessor, Luisito fez alusão a Ansu Fati, garoto de 17 anos recém-completados e que impressionou logo em suas primeiras partidas com a camisa blaugrana, anotando dois gols.

“Dependeria de certas circunstâncias e do que o Barcelona precisa, porque talvez, no momento, o Barcelona já tenha um atacante bom e jovem. Entretanto, ele é um atacante incrível, que está jogando extremamente bem, mas não podemos nos esquecer que ele pertence à Inter agora”, comentou.

Um dos tópicos quentes do começo de temporada do Barça, o atacante Antoine Griezmann, recém-contratado do Atlético de Madrid, também foi assunto para o uruguaio. A adaptação do francês não tem sido das mais fáceis, mas Suárez acredita que aquilo pelo que o companheiro passa é natural, considerando sobretudo o seu deslocamento à ponta esquerda, posição a que não estava acostumado a jogar no Atleti.

“Todo jogador que chega ao Barcelona tem dificuldade nos primeiros meses e nas primeiras partidas. As pessoas te analisam detalhadamente por causa do que o Barcelona significa”, analisou, apontando que Neymar, Coutinho, Dembélé e ele próprio passaram pelo mesmo.

“Leva tempo e partidas, e aí você vai se sentindo melhor e vai sentindo que seus companheiros estão te apoiando. Mas é preciso entender que ele não está jogando em sua posição anterior, e é ele que está fazendo um grande esforço para se adaptar ao que o Valverde está pedindo”, argumentou.

Suárez vem de boa atuação contra o Borussia Dortmund, quando fez um gol e deu uma assistência na vitória por 3 a 1, e, independentemente de com quem jogue no ataque e de sua idade avançada, não vai largar o osso fácil.