Luis García esteve bem longe de ser um craque. Formado pelo Barcelona, o espanhol rodou por 11 clubes e quatro continentes ao longo de sua carreira. E, durante a última década, surfou no pouco de fama que conquistou por sua passagem em Anfield, a única bem-sucedida entre tantos desenganos. O meio-campista disputou três temporadas pelo Liverpool e foi o artilheiro do time na campanha histórica na Liga dos Campeões 2004/05. Marcou cinco gols, todos eles nos mata-matas. Decidiu, inclusive, o jogo que colocou os Reds na final.

No entanto, a semifinal contra o Chelsea é motivo de controvérsia até hoje. Em tempos prévios ao chip na bola, os Blues reclamam que o chute de Luis García, no único tento anotado nos dois embates, não passou completamente da linha, salvo por Gallas. Fato é que o tal “gol fantasma” acabou validado pelo árbitro Lubos Michel e garantiu um lugar especial ao espanhol na história dos Reds. Algo do qual ele desfruta até hoje, a ponto de tirar sarro do passado em sua fantasia neste Halloween.

Happy Halloween!! Some will find it funny?…others Scary?! #Halloween #Ghost

Uma foto publicada por Luis Garcia (@luchogarcia14) em