O Liverpool venceu o Sunderland por 3 a 0 em Anfield e agradou a torcida com uma boa atuação, o que não acontecia há muito tempo. O Técnico Rafa Benítez mudou a formação e ainda contou com boa atuação de seus jogadores para conseguir a vitória que mantém a corrida pela quarta vaga na Premier League.

O time veio com uma novidade tática. Rafa Benítez colocou em campo um meio-campo com Javier Mascherano e Steven Gerrard pelo centro, Maxi Rodriguez pela direita e Ryan Babel pela esquerda. No ataque, Dirk Kuyt e Fernando Torres.

O time abriu o placar logo a três minutos de partida. Reina chutou para frente, a vola sobrou para Fernando Torres na ponta esquerda, o espanhol pedalou para cima da marcação, puxou para o meio e bateu no ângulo do goleiro Craig Gordon.

A vantagem não diminuiu o ritmo do Liverpool. O time continuava agressivo no ataque e marcando forte para tomar a bola. O jogo nos primeiros dez minutos ficou reduzido a um só campo, o de ataque do Liverpool.

Aos 13 minutos, o Sunderland chegou com perigo ao ataque pela primeira vez em lançamento nas costas da defesa que o ataque não conseguiu dominar.

Os Reds criaram uma grande chance de gol aos 16 minutos. Em jogada de Gerrard com Maxi Rodriguez, o capitão chegou à linha de fundo e tocou para trás, rasteiro, para finalização de Torres, mas a bola foi fora.

Vindo de trás, Gerrard criou outra chance de gol. Em nova tabela com Maxi Rodriguez pela direita, o camisa oito chegou com liberdade e bateu forte e o goleiro desviou para escanteio. Na cobrança, a bola sobrou no meio da área para Daniel Agger, que chutou de esquerda para fora.

A vantagem do Liverpool foi ampliada aos 31 minutos do primeiro tempo. Após cobramça de escanteio, a bola sobrou para o lateral Glen Johson que, de fora da área, puxou para o meio e chutou de perna esquerda e contou com o desvio da zaga para marcar o segundo gol dos Reds.

O Liverpool chegou com muito perigo aos 39. Em bate rebate dentro da área, Fernando Torres chutou forte e a bola bateu na trave, a bola voltou ao atacante e ele pegou mal e mandou para fora.

No segundo tempo, o panorama da partida continuou o mesmo. O Liverpool, que teve 70% da posse de bola no primeiro tempo, manteve-se no campo de ataque, presisonando o Sunderland. Os zagueiros do time só apareciam quando avançavam ao ataque, como o norueguês Agger tentou pelo lado esquerdo em alguns lances. Pepe Reina era um torcedor de luxo.

Os Reds chegaram ao quarto gol em uma jogada envolvendo Glen Johnson e Fernando Torres. O lateral recebeu rebote de cruzamento na entrada da área, ameaçou o chute e tocou para o camisa nove, no meio da área. O espanhol girou, parecia que daria um chutão mas tocou bem de leve, na bola para mandar para as redes. Foi o 18º gol do atacante espanhol na Premier League em 21 partidas.

Torres foi substituído aos 33 minutos do segundo tempo, para a entrada de N’Gog. O atacante saiu aplaudido de pé pela torcida presente no Anfield. O técnico Rafa Benítez aproveitou a vitória tranquila para poupar também Gerrard, substituído pouco depois.

Confira todos os jogos da 32ª rodada da Premier League:

Sábado, 27 de março
Chelsea 7×1 Aston Villa
Birmingham 1×1 Arsenal
Tottenham 2×0 Portsmouth
West Ham 0x1 Stoke
Hull 2×0 Fulham
Wolverhampton 0x0 Everton
Bolton 4×0 Manchester United

Domingo, 28 de março
Burnley 0x1 Blackburn
Liverpool 3×0 Sunderland

Segunda-feira, 29 de março
Manchester City x Wigan