Uma partida interessante, em alta intensidade, com ataques nos dois lados e bons duelos individuais. Assim foi o movimentado empate entre Liverpool e Bayern de Munique, nesta terça-feira, pelas oitavas de final da Champions League. Faltaram os gols, e o 0 a 0 deixa o duelo completamente indefinido para a partida de volta, na Alemanha, em 13 de março. 

LEIA MAIS: O Bayern x Liverpool mais recente valeu o título da Supercopa, e Owen terminou maltratando Kahn

O Bayern de Munique aproveitou a dupla de zaga sem entrosamento do Liverpool para pressionar bastante a saída de bola. Matip, Fabinho e Alisson insistiram demais nos toques curtos, mesmo quando um chutão parecia mais seguro. Em uma dessas jogadas, o camaronês errou, e James passou para Coman bater com perigo, na rede pelo lado de fora. 

Os bávaros tinham muita velocidade pelos cantos, e Gnabry deu um baile em Robertson na etapa inicial. Em uma jogada de ponta, cruzou para Lewandowski, que não conseguiu alcançar a bola. Matip, porém, conseguiu e encheu o pé contra o próprio patrimônio. Deu sorte de carimbar Alisson em vez de fazer um espetacular gol contra. 

Os primeiros minutos foram perigosos para os donos da casa. Mas, eventualmente, o Liverpool conseguiu se assentar e teve uma grande chance com Mané, que pegou a sobra de um chute da entrada da área de Keita, mas chutou mal e mandou para fora. Em outra jogada parecida, Mané emendou uma bicicleta, também para fora. 

O Bayern de Munique chegou várias vezes com perigo e finalizou pouco. O Liverpool finalizou bem mais, mas sem muita pontaria. A melhor jogada teve Firmino pela esquerda cruzando para Matip, que jogou para fora. 

A alta intensidade do primeiro tempo cobrou o seu preço. A etapa final decorreu em ritmo muito menos acelerado, com chances de qualidade inferior. O Liverpool levou perigo duas vezes. Na primeira, Salah conseguiu entrar driblando na área pela direita, mas segurou demais a bola. A segunda foi uma cabeçada de Mané, bem no cantinho, espalmada por Neuer. Mas o gol não saiu.