O preço dos ingressos para torcidas visitantes costuma ser um grande entrave no futebol europeu. A discussão vem à tona principalmente na Champions League, com valores abusivos criando uma disputa de bastidores – sobretudo entre clubes ingleses e espanhóis. Neste sentido, a Liga de Futebol Profissional (LFP) da França anunciou uma medida louvável às duas primeiras divisões do Campeonato Francês. A competição deverá oferecer uma tarifa única para visitantes, buscando facilitar o acesso e reduzir os custos de quem pega a estrada.

A decisão ainda será submetida ao conselho administrativo da organização, para entrar em vigor já em 2019/20. A principal oposição à ideia é representada pelo Paris Saint-Germain. O clube é um dos que mais lucra, com os jogos de apelo no Parc des Princes. Segundo o jornal L’Equipe, os parisienses estariam “dispostos a aceitar uma tarifa de €20”.

A reunião inicial da LFP aconteceu nesta quarta-feira, 15 de maio. Conforme a resolução, os visitantes deverão pagar módicos €10 para qualquer partida válida pela Ligue 1. Já na Ligue 2, o valor cai pela metade, por €5. Além disso, a entidade determinará que ao menos 5% da capacidade dos estádios seja cedida aos torcedores do time adversário, quantidade que já vinha sendo adotada na competição durante os últimos anos. Os clubes envolvidos também têm permissão para um acordo diferente, caso desejem aumentar o percentual.

“Esta medida deve permitir uma melhor preparação na viagem dos torcedores e promover a ocupação das tribunas. O estabelecimento de uma tarifa única se insere na linha dos trabalhos realizados pela Associação Nacional de Torcedores em conjunto à LFP”, declarou a liga. Além disso, a entidade reiterou seu compromisso em desenvolver espaços em pé para os torcedores e de criar um policiamento específico para visitantes.

Outras ligas possuem medidas parecidas. Na Premier League, por exemplo, os clubes estabelecem um teto no preço às torcidas visitantes. Em fevereiro, os times da primeira divisão inglesa concordaram que, durante o próximo triênio, o valor das entradas não deve exceder as £30. O projeto, implementado em 2016/17, elevou os números e garantiu que 96% dos bilhetes disponibilizados aos visitantes fossem vendidos. A Uefa estuda adotar uma ação similar nas competições continentais.