O Lierse decidiu afastar nesta quinta dois jogadores do elenco por um suposto envolvimento em um escândalo de manipulação de resultados. O goleiro Cliff Mardulier e o defensor Laurent Fassotte, além do treinador assistente Patrick Deman, teriam assumido o recebimento de suborno da máfia chinesa, segundo a imprensa belga.

“Não tenho qualquer informação sobre isso, mas com certeza há qualquer coisa. Por isso, decidimos afastar temporariamente os jogadores”, explicou Leo Theyskens, presidente do clube. Ainda de acordo com a mídia belga, possivelmente quatro jogos da Jupiler League na temporada passada tiveram resultados manipulados. Todos eles foram do Lierse, contra Genk, Charleroi, Brussels e Standard.

Fassotte desmentiu a acusação. “Não recebi absolutamente qualquer valor”, defendeu-se.