Fim de primeiro tempo em Doha! E que finalíssima polêmica! O seu time balançou as redes duas vezes, ambas invalidadas pelo VAR, que resolveu utilizar um ângulo atípico nas câmeras para avaliar o impedimento em seu ataque – e só em seu ataque. Por outro lado, o River Plate teve um pênalti discutível que seu goleiro defendeu e anotou um gol de mão, que o árbitro ignorou. Seus jogadores estão abatidos pela falta de justiça. É hora das últimas palavras no vestiário antes da etapa complementar:

A) Manda o time descer o sarrafo e ganhar ao menos na força.

B) Pede calma e foco para negar o impossível.