Depois do Nacional, o Libertad também chega à primeira vitória no Grupo 5, o mesmo do Vasco. Em jogo realizado em Assunção, o Alianza Lima começou em vantagem no placar, mas permitiu no segundo tempo a virada dos paraguaios, que venceram por 4 a 1. Os peruanos sãos os próximos adversários dos vascaínos, em jogo marcado para o dia três de março.

Os paraguaios começaram a partida pressionando bastante e chegaram a acertar a trave aos quatro minutos, em arremate de Rodolfo Gamarra. Bem postado na defesa, o Alianza tratou de equilibrar o jogo e saiu na frente aos 27 minutos, com Joazhino Arroé aproveitando passe de Jhonnier Montaño. Aos 39 minutos, o Libertad voltaria a carimbar o poste, desta vez em finalização de Pablo Civelli.

O próprio Civelli se encarregaria do empate, logo no primeiro minuto da segunda etapa. Salomón Libman não segurou a tentativa de Mauro Caballero e deixou a bola livre para o camisa 13 marcar. Os paraguaios seguiam a pressão e, ainda assim, o Alianza perdeu chance de ouro aos 16 minutos, com Paolo Hurtado. A virada enfim saiu quatro minutos depois, com Sergio Aquino cobrando pênalti. Aos 32, Caballero marcou o terceiro em tiro frontal, enquanto Walter Ibañez, contra, fechou a conta a um minuto do fim.

Na outra partida do horário, a Universidad Católica começou atrás no placar contra o Bolívar, mas buscou o empate e, não fossem os excessivos erros nas finalizações, poderia ter conseguido os três pontos. Por fim, a igualdade em 1 a 1 prevaleceu em Santiago. As duas equipes fazem parte do Grupo 3, liderado pela Unión Española, que derrotou o Junior de Barranquilla nesta quarta-feira.

A partida começou em ritmo intenso, com a Católica dominando a posse de bola, ainda que sem forças para marcar. A partir dos 30 minutos, o Bolivar passou a atacar mais e chegou a acertar o travessão de Christopher Toselli, em cabeçada de Pablo Frontini. O gol dos bolivianos veio na sequência. Jhasmany Campos foi lançado na área e encontrou William Ferreira livre para guardar. Aos 43 os chilenos conseguiram o empate. Nicolás Trecco puxou contra-ataque e, após grande jogada, tocou para Roberto Ovelar, que não perdoou.

Os cruzados voltaram com tudo do intervalo e por pouco não viraram no primeiro minuto, quando Kevin Harbottle recebeu sozinho dentro da área e chutou sobre o travessão. Pouco depois, Trecco finalizou bem, mas o goleiro Marcos Arguello salvou. O interesse do Bolívar pelo empate aumentou aos 25, quando Walter Flores foi expulso. No fim, os chilenos continuaram a pressão, mas Nicolás Castillo, da pequena área, bateu em cima da marcação.