Leste Europeu

Africano sofre racismo de torcedores e de seguranças do próprio clube

O racismo segue causando episódios infelizes no futebol europeu, sobretudo nos países do leste. Neste domingo, mais um caso de ofensas raciais marcou a rodada no Campeonato Búlgaro. Após a vitória do Levski Sofia sobre o Botev Plovdiv por 3 a 1, o atacante Basile de Carvalho foi insultado pelos torcedores do próprio clube.

Contratado pelo Levski na atual janela de transferências, Carvalho comemorava o resultado ao lado de outros companheiros, quando ultras começaram a imitar macacos e a vaiá-lo nas arquibancadas. Segundo relato, os agressores chegaram a arremessar bananas contra o jogador, nascido em Guiné-Bissau.

Carvalho ainda tentou tirar satisfação com os torcedores, mas o pior ainda estava por vir. Os seguranças do estádio partiram para cima do jogador, protegendo os ultras e também insultando o africano. A situação só foi aplacada quando a polícia entrou em cena, enquanto o capitão do Levski, Stanislav Angelov, saiu em defesa de seu companheiro. Até o momento, nenhuma ação foi tomada pela federação búlgara.

Confira as cenas lamentáveis:

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo