Mano Menezes deverá contar com dois desfalques para o próximo amistoso da seleção brasileira, contra a Colômbia. Adriano e Hulk sofreram lesões por seus clubes no final de semana e não se recuperarão a tempo para o jogo 1000 da equipe nacional, marcado para o dia 14 de novembro. A CBF ainda não comunicou se os atletas serão substituídos.

A situação mais delicada é a de Adriano, que deve permanecer três semanas afastado dos gramados. Autor do gol que abriu a vitória do Barcelona sobre o Celta, o lateral precisou ser substituído ainda no primeiro tempo, após sofrer uma ruptura no músculo adutor da perna direita. É o terceiro jogador de defesa dos blaugranas no departamento médico, ao lado de Carles Puyol e Gerard Piqué.

Já Hulk sofreu um estiramento no músculo da coxa durante o primeiro tempo da vitória do Zenit sobre o Rostov, pelo Campeonato Russo. Após exames, o tempo de recuperação estimado pelos médicos russos é de duas semanas.