O Leicester manterá o ritmo impressionante? Ranieri responde: “Meu time é o Forrest Gump”

Treinador usou o clássico do cinema para falar sobre as chances de sua equipe na Premier League

O Leicester já surgiu como surpresa na última temporada da Premier League. Em seu retorno à elite, o clube viveu uma arrancada impressionante para fugir do rebaixamento: foram sete vitórias nos últimos nove jogos. No entanto, as Raposas estão sendo capazes de conseguir ainda mais. Contratado em julho, o técnico Claudio Ranieri manteve o embalo de seu elenco, inesperado líder da Premier League na reta final do primeiro turno. Fase que se sustenta com vitórias notáveis, como as conquistadas recentemente contra Chelsea e Everton.

VEJA TAMBÉM: Leicester comemora o fim de um ano mágico com cerveja de graça para a sua torcida

Os desafios do Leicester seguem notáveis nesta virada de ano. Nas duas próximas rodadas, a equipe visita o Liverpool e recebe o Manchester City. Ainda assim, Ranieri reforça a capacidade de seus comandados para seguir no mesmo ritmo. O italiano recorreu ao cinema, comparando o desempenho recente das Raposas com o clássico “Forrest Gump” – em que o protagonista encenado por Tom Hanks sobrevive à guerra, triunfa no esporte e atravessa os Estados Unidos graças ao fôlego em suas corridas.

“Olhe, eu estou bastante confiante. Se o Leicester conseguiu se salvar na última temporada durante os últimos dois meses, isso significa que o fôlego está fantástico. Por que não podemos continuar correndo, correndo, correndo? Somos como Forrest Gump. O Leicester é o Forrest Gump. Dei uma manchete para você aqui”, declarou Claudio Ranieri, com bom humor.

O treinador ainda ressaltou que a união atual das Raposas é o ponto mais importante para sonhar com o possível título. “Precisamos continuar jogando e trabalhando duro. Nós sabemos muito bem que a nossa energia é boa. E, enquanto ela for boa, nós podemos seguir lutando contra qualquer adversário”, afirmou. “Em todos os times que trabalho, digo que a maneira como fazem os treinos se reflete nas partidas. Vocês podem ver os resultados em campo. É importante que eles se mantenham próximos. Eles são amigos. Não temos a qualidade do City ou do Arsenal, mas podemos lutar juntos. Todas as bolas, para nós, são a última bola. É nisso que acreditamos. Do primeiro ao último minuto, todo lance é importante”.

Dono do melhor ataque da Premier League, embora tenha apenas a 12ª defesa menos vazada, o Leicester depende também da ótima fase de suas principais referências ofensivas. Juntos, Jamie Vardy e Ryad Mahrez anotaram 75% dos gols da equipe. As pernas vigorosas que mantêm o Forrest Gump inglês correndo em ritmo tão forte.