Lautaro: “Messi entende o jogo de uma forma diferente e está sempre um passo à frente de todo mundo”

Atacante da Internazionale falou sobre a paixão argentina no futebol, a relação com Messi e Zanetti e a conquista da Inter na Champions em 2010

Lautaro Martínez tem se destacado no futebol há alguns anos, desde que surgiu no Racing, em 2016. Sua trajetória foi meteórica, se tornou um dos principais jogadores do time e até do continente até que se transferiu para a Internazionale, em 2018. Em entrevista ao site da Uefa, o atacante comentou sobre o caráter de futebol dos argentinos, além de falar sobre Lionel Messi, a conquista da Inter na Champions League em 2010, e também sobre como Javier Zanetti o apoiou quando ele chegou ao clube, em 2018.

[foo_related_posts]

“Na Argentina, você nasce com paixão, com dedicação, com coração, e é algo que sempre tentamos levar a qualquer liga que vamos. Você pode ver isso na Argentina se acompanhar a liga e assistir às partidas. O mesmo é verdade para a seleção nacional. Nós sempre tentamos mostrar isso”, disse o atacante.

“O talento vem primeiro. Isso é algo que já nasce com você. Você também precisa desenvolver isso, é claro. A coragem vem em segundo lugar, prevalecendo fisicamente e mentalmente, e tentando lutar contra todos os obstáculos que possam entrar no seu caminho”.

Contato com Messi

“Eu conheço Leo mais das vezes que nós fomos companheiros de seleção argentina, mais do que por tê-lo enfrentado. Eu já disse no passado, e direi novamente agora e no futuro: ele é o melhor jogador do mundo. O fato que ele é argentino é fonte de orgulho para nós e sempre tentarmos aprender com ele. Para mim, ele está em outro nível. Ele entende o jogo de uma forma diferente e está sempre um passo à frente de todo mundo”.

Tríplice Coroa da Inter em 2010

“Eu lembro de assistir a final da Champions League em casa, com minha família na Argentina. Foi muito significativo porque havia muitos jogadores argentinos naquele time e foi uma vitória muito importante para o clube”, disse Lautaro.

“Diego Milito marcou os dois gols? Sim, é isso. Diego é uma pessoa e jogador muito importante no nosso país e eu pude jogar com ele [no Racing], o que eu gostei muito. Definitivamente, há muitos torcedores da Inter na Argentina porque muitos jogadores argentinos estiveram neste clube”.

A relação com Javier Zanetti

“Javier é um homem muito importante da Inter e, para nós, jogadores, também, porque ele nos passa toda sua experiência no clube. Ele fez isso comigo quando eu cheguei à Itália. Seja quando fosse que eu precisasse de alguma coisa, ele sempre tentava me ajudar. Ele sempre escuta e me pergunta como estou, ou me ajuda em algo que eu possa precisar. Ele está sempre lá para garantir que esteja tudo bem dentro do clube e fora também”, afirmou o jogador.

“Acima de tudo, ele me ajudou com a língua quando eu cheguei, com o que o clube significava e como treinamos. Ele foi muito importante nessas questões, então eu sempre serei grato a ele. Ele realmente me ajudou quando eu cheguei aqui”.

A Inter estreia na Champions League na quarta-feira, 21, diante do Borussia Mönchengladbach.