Dois anos após deixar a seleção da Suécia, que comandou entre 2000 e 2009, o técnico Lars Lagerback retornou à federação do país. A informação foi dada pela entidade, nesta sexta.

Segundo a entidade, Lagerback, de 62 anos, será o conselheiro do secretário-geral e de alguns executivos da entidade, num contrato de um ano. O treinador advertiu, no entanto: “Se houver uma oferta para treinar um time num futuro próximo, eu discutirei a situação com meu empregador.”

O último trabalho de Lagerback foi comandando a seleção da Nigéria, durante a Copa de 2010.