Frank Lampard foi essencial para a classificação do Chelsea para a final da Liga dos Campeões. O meia fez o passe para Ramires deixar Didier Drogba em condições de marcar no primeiro jogo e fez o passe novamente para Ramires marcar o gol  no Camp Nou, fundamental para a classificação. O time ainda classificou com um gol de Fernando Torres, aos 47, selando a passagem.

“É um dos melhores momentos que eu já senti com a camisa do Chelsea”, disse o camisa 8. “Nós estávamos contra a parede”, continuou. “Eu sei que nós conseguimos e as pessoas querem ver futebol bonito, mas com dez jogadores e 50 minutos estranhos, ou o que quer que seja, jogar assim é inacreditável”, exaltou Lampard.

“O tempo não passava no segundo tempo. Eu sei que eles são confiáveis a qualquer momento por causa dos jogadores que eles têm no time deles, mas há uma determinação em nós e nós conseguimos o que merecemos. Nós estávamos todos unidos”, explicou o camisa 8 do Chelsea.

Perguntado quando achou que o time estava classificado, o meia respondeu: “Quando Fernando driblou o goleiro”, respondeu. Sobre o adversário da final no dia 19 de maio, Lampard preferiu não opinar. “Eu não quero nem pensar nisso ainda. Eles são muito, muito bons times. Pode ser qualquer um deles”, afirmou. “É claro que as pessoas no Chelsea têm muito amor e respeito por José [Mourinho, treinador do Real Madrid]. Mas estamos deliciados. Ninguém esperava que nós iríamos avançar e que nós estamos na final”.

Lampard marcou um gol na final da Liga dos Campeões de 2008, contra o Manchester United, quando o jogo terminou 1 a 1. Os Blues perderam o jogo nos pênaltis. O jogador terá uma nova chance nesta temporada.