O anúncio da aposentadoria de Didier Drogba rendeu uma série de homenagens ao centroavante. A admiração vai além da capacidade do goleador diante das redes. Vários são os elogios ao caráter e a postura do companheiro nos bastidores, sempre disposto a ajudar e a elevar o nível competitivo de suas equipes. Assim, como não poderia deixar de ser, os demais “senadores” do Chelsea prestaram tributo ao artilheiro. Seja nas redes sociais ou ante dos microfones, a gentileza foi ampla.

Recém-aposentado, John Terry escreveu uma mensagem no Instagram: “Drogba, o rei! Parabéns pela sua aposentadoria, companheiro. Foi um absoluto prazer e uma honra ter jogado e treinado com você por 11 anos. Diddy, você teve tudo como jogador e sou muito feliz (e sortudo) por contarmos com você no Chelsea. Eu odiava jogar contra você nos treinos, sua mentalidade por ganhar a cada dia era contagiante e isso levava cada jogador do elenco a ser melhor individualmente e coletivamente. Alguns dos gols e atuações que tivemos o prazer de ver ficarão na memória, mas sou genuinamente abençoado porque eu conheci o homem Drogba. E que homem você é! Te amo como um irmão e desejo todo sucesso no próximo capítulo no futebol e na vida. Obrigado pelas lembranças”.

Frank Lampard, por sua vez, foi questionado em uma coletiva de imprensa do Derby County e exaltou o atacante: “Fui perguntado muitas vezes sobre quem eram os maiores jogadores com quem atuei. Um deles se aposentou há pouco tempo, John Terry. O outro é Didier Drogba. Ele é o jogador mais incrível. É um monstro no dia a dia do clube. Ganhou incontáveis títulos pelo Chelsea, decidiu finais e semifinais. Sempre crescia nos grandes jogos. Ele deve se orgulhar muito de sua carreira. É um dos maiores, se não for o maior, jogador com quem eu atuei. É um amigo, sem egoísmo, humilde, firme. Posso falar o dia todo sobre Didier”.

Além disso, outros foram mais econômicos nas palavras, mas igualmente agradecidos. “Que carreira fantástica! Meus parabéns, amigo, desejo tudo de melhor a você nesta aposentadoria do futebol. É um jogador e uma pessoa inacreditáveis”, apontou Petr Cech, em seu Twitter. Gratidão que também se notou em Michael Essien: “Meu irmão, Didier Drogba. Foi um prazer jogar com você. Você inspirou muitos de nós a ir cada metro além. Foi um grande embaixador ao futebol africano e ao Chelsea. Obrigado, irmão, e boa sorte na sua carreira futura”.

As palavras dos companheiros ajudam a dimensionar Drogba além do que se vê pela televisão. Seu sucesso no Chelsea não foi determinado apenas pelos muitos gols que anotou, mas também pela mentalidade no centro de treinamentos e na concentração. É o que sustenta o seu moral, acima da bola, que sempre o assegurou como protagonista nos grandes sucessos dos Blues. Por isso, lenda.