O primeiro jogo de Frank Lampard como técnico contra um time da Premier League será, certamente, marcante pelo resto da sua carreira. O ex-jogador, dirigindo o Derby County, da segunda divisão, eliminou o poderoso Manchester United em pleno Old Trafford, pela Copa da Liga, depois de um empate por 2 a 2 que resultou em disputa de pênaltis, vencida por 8 a 7. E olha que a vitória poderia ter vindo no tempo normal. Só não veio porque depois de marcar o segundo gol nos minutos finais do jogo, o Derby tomou o empate quase aos 50 minutos, nos últimos segundos da partida.

LEIA TAMBÉM: O irmão mais novo de Götze provocou o primeiro tropeço do Bayern na Bundesliga

O jogo teve o Manchester United recheado de reservas, mas com um time bastante forte. Ao menos, forte o suficiente para vencer o Derby. O início do jogo indicou que as coisas poderiam caminhar com tranquilidade. Depois de uma bela jogada pelo meio, a bola veio da esquerda para a direita, passando por Lingard até chegar em Juan Mata, que bateu colocado, com o seu pé esquerdo, e marcou 1 a 0, aos três minutos. Parecia que seria um duelo fácil.

O ritmo diminuiu e o placar acabou ficando 1 a 0 mesmo no primeiro tempo. No início do segundo, veio então a surpresa. O time de Frank Lampard arrancou o gol de empate, que já pintava antes. Harry Wilson cobrou uma falta com perfeição, com muita curva: 1 a 1, aos aos 14. Aos 21 minutos do segundo tempo, um lance que acabaria pesando muito. Em um lançamento longo para Wilson, o goleiro Sergio Romero saiu do gol e colocou a mão na bola. O árbitro marcou a falta e mostrou o cartão vermelho para o goleiro argentino pela infração. Com isso, o time da casa passou a ficar com um jogador a menos.

O Manchester United tinha dificuldades no jogo. O Derby, ao contrário, parecia cada vez mais à vontade. Tão à vontade que aos 40 minutos, aconteceu algo que vinha sendo ameaçado nos minutos anteriores. Jack Marriott, aproveitando rebote, marcou 2 a 1 para o Derby. Uma vitória heróica e épica em Old Trafford. E que parecia um conto de fadas para os torcedores visitantes, mas o Manchester United arrancou o empate na marra. No estilo José Mourinho. Já aos 49 minutos do segundo tempo, cruzamento de Dalot para a área e Marouane Fellaini, de cabeça, marcou 2 a 2.

O jogo então foi para os pênaltis. E as cobranças foram tensas, mas muito precisas. Foram oito cobranças de cada lado, o que obrigou a praticamente todos os jogadores em campo cobrarem. Até a sétima cobrança, todos acertaram, dos dois times. Foi quando Richard Keogh cobrou o sétimo para o Derby e o zagueiro Phil Jones para a cobrança pelo United. Bateu mal, o goleiro Scott Carsson defendeu e a festa foi do time visitante. Uma vitória histórica.

Frank Lampard, aos 40 anos, tem uma primeira grande história para contar como treinador do Derby. Uma vitória que ficará marcada no coração de cada torcedor do time, que consegue algo incrível. Do outro lado, José Mourinho sentirá a chapa esquentar. A pressão sobre ele aumentará, assim como no elenco, que segue sem render o que se espera de um time tão rico e tão caro.

Frank Lampard, técnico do Derby (Photo by Jan Kruger/Getty Images)