Frank Lampard, que será o capitão da seleção inglesa no amistoso contra a Espanha, saiu em defesa de John Terry, seu companheiro de Chelsea. Terry está sendo investigado por ter ofendido de forma racista Anton Ferdinand, do QPR, no encontro entre os dois clubes.

Quando perguntado se Terry seria um racista, Lampard respondeu com convicção: “Essa é uma pergunta ridícula. Não. Absolutamente não”. Sobre a reação do elenco para com Terry, o meia disse: “Os jogadores respeitam ele como capitão do time, líder e jogador. Nós fizemos os habituais cumprimentos quando nos encontramos. Simples assim”.