Em um time tão dominante quanto o Manchester City tem sido no Campeonato Inglês, é difícil destacar apenas um jogador. É por isso mesmo que vários recebem elogios. Kevin De Bruyne talvez seja o melhor jogador da Premier League e um dos melhores da Europa no momento; David Silva dá um toque de classe e visão de jogo no meio-campo; Sergio Agüero voltou a ser letal e um dos artilheiros da liga; Raheem Sterling faz a melhor temporada da sua vida. E Fernandinho. O volante faz um ano fabuloso e, segundo Frank Lampard, é uma das chaves do sucesso do time comandado por Pep Guardiola.

LEIA TAMBÉM: Mais um passeio: Manchester City goleia o Basel na Suíça e abre ótima vantagem

“Este cara é incrível”, disse Lampard, em comentário na BT Sport. “Eu iria ainda mais longe em dizer que quando Guardiola vai escalar as suas estrelas, Fernandinho é o primeiro nome que ele escolhe”, comentou o ex-jogador inglês, ídolo do Chelsea e que passou no fim da carreira pelo Manchester City, antes de pendurar as chuteiras jogando pelo New York City, nos Estados Unidos.

“Ele é fundamental no modo como eles jogam na base do meio-campo. A partir do meio-campo, ele começa muitas coisas. Quando você quer jogar como um time que fica no ataque, continuamos a falar sobre recuperar a bola, você quer alguma segurança no meio-campo”, comentou Lampard. “Ele está sempre atento, tudo parece aterrissar em seus pés e o que ele faz brilhantemente, que às vezes não é reconhecido, é que ele joga com um passe simples e o passe certo; ele está na posição certa”, continuou.

“Ao final da temporada, talvez De Bruyne leve todos os prêmios, jogador da temporada, etc. Mas se você perguntasse aos jogadores quem é o mais confiável, Fernandinho estaria nas suas mentes”, disse Lampard. “Há tantos jogadores importantes, mas ele realmente merece o seu momento de elogio. Ele faz isso todo jogo e apesar de às vezes não ser notado, ele é o centro da maneira como eles jogam”, elogiou o ex-jogador do Chelsea.

Nascido em Londrina, Fernandinho chegou ao Manchester City em julho de 2013, depois de oito anos atuando pelo Shakhtar Donetsk. Revelado pelo Atlético Paranaense, Fernandinho surgiu como um camisa 10, um meia ofensivo, e no time ucraniano acabou sendo recuado para formar um dos melhores times da história do clube. Guardiola já elogiou Fernandinho diversas vezes. Em dezembro, por exemplo, disse que ele mesmo não jogaria no Manchester City atual porque Fernandinho é muito melhor que ele. Recentemente, o Manchester City renovou o contrato do volante até 2020. Aos 32 anos, Fernandinho é nome certo na lista de Tite para a seleção brasileira que vai à Rússia para a Copa do Mundo 2018.