O Chelsea tem sido uma boa história na temporada, com uma aposta ousada em Frank Lampard como técnico e o uso de um grande número de jovens jogadores no seu elenco. Isso porque o time foi proibido de contratar na janela de julho a agosto de 2019, cumprindo pena por violações na contratação de menores. O jovem treinador acredita que ainda há muito mais por vir na equipe, que já se prepara para ser ainda mais forte na próxima temporada.

A batalha do Chelsea na atual temporada é conquistar uma vaga à Champions League. O time está atualmente em terceiro na tabela de classificação, posição que dá a classificação. Mais do que isso, chegou à final da Copa da Inglaterra com uma vitória sobre o Manchester United, no último fim de semana.

O time já contratou o marroquino Hakim Ziyech, do Ajax, e também Timo Werner, do RB Leipzig. Dois jogadores que chegam badalados para um elenco que tem mostrado seu valor em uma acirrada disputada por competição europeia na Premier League.

“Com o que nós fizemos no verão, ainda há mais para vir”, afirmou Lampard. “Nós queremos vencer a final. Nós queremos diminuir a diferença”. A diferença, claro, é se referindo ao atual campeão da Premier League, Liverpool, e ao Manchester City, o segundo colocado e que tem sido um time a ser batido na Inglaterra nos últimos anos.

“Estamos trabalhando para buscar alguma coisa. Não é fácil. Vimos isso com outras equipes nos últimos anos”, disse Lampard. “É passo a passo. Nós mostramos muitas coisas boas este ano, mas nós temos que focar nas três finais que nós temos, os dois jogos de liga e o Arsenal na final da Copa da Inglaterra. Três jogos não irão definir o progresso que nós fizemos, mas estamos no final”.

Um dos pontos positivos do trabalho de Lampard até aqui é recuperar Olivier Giroud. O atacante estava encostado no time, foi especulado para deixar Stamford Bridge na janela de janeiro, mas ficou e se tornou um jogador importante para o time. Foi eleito o melhor da partida contra o Manchester United, na semifinal da Copa da Inglaterra.

“Ele é um exemplo incrível”, afirmou Lampard sobre o atacante. “Veja a história desta temporada. Tammy Abraham estava indo bem, Olivier não tinha muitas oportunidades. Ele continuou treinando. Ele poderia ter saído em janeiro, mas ele não saiu. Ele teve a atitude mais positiva possível. É muito fácil falar dele porque ele é muito profissional. Eu não estou surpreso. Ele tem sido ótimo”.

“Os jogadores mais jovens veem nele tudo que é preciso para ser um profissional, ética de trabalho, humildade, ele é um jogador de grupo. Agora ele está recebendo as recompensas que merece e eu estou recebendo um jogador que está marcando gols com regularidade”, declarou ainda o treinador do Chelsea.

Giroud foi muito especulado para deixar o Chelsea em janeiro, com a Internazionale, de Antonio Conte, como principal interessada em seus serviços. Contratado pelo Chelsea em janeiro de 2018 por € 17 milhões, ele foi reserva na maioria dos jogos que fez pelo clube. Nesta temporada, são 21 jogos e oito gols. Das 21 partidas jogadas, foi titular em 14. Aos 33 anos, renovou recentemente contrato com o clube, com vínculo agora até junho de 2021.

O Chelsea volta a campo na quarta-feira, 22 de julho, contra o campeão Liverpool, em Anfield Road. Na classificação da Premier League, o Chelsea é terceiro colocado, com 63 pontos, um a mais que o Leicester, que tem 62, mesma pontuação do Manchester United, quinto.