Erik Lamela acompanhou, da televisão, o primeiro jogo da final da Libertadores, entre Boca Juniors e River Plate. Formado na base dos Millonarios, não é um segredo a identidade da sua torcida, nem de qual seria o seu destino, em um eventual retorno à Argentina. Aliás, em entrevista à TyC Sports, o jogador do Tottenham afirmou que esse momento está cada vez mais próximo.

O meia-atacante de 26 anos deixou o Monumental de Núñez, em 2011, para defender a Roma. Dois anos depois, transferiu-se para o norte de Londres. “Sempre digo que, se houver um bom projeto, não falta vontade de voltar. Ainda sou jovem, o tempo está passando e a hora de voltar está cada vez mais próxima, por que não? Se houver um bom projeto e o clube quiser…”, afirmou.

Em uma Bombonera pulsante, Boca Juniors e River Plate empataram por 2 a 2 na partida de ida da decisão sul-americana. O retorno será no Monumental, em 24 de novembro. “Eu gostei. O River fez um bom jogo. Acho que o Boca não teve muitas situações e fez os dois gols, mas o River teve muitas chances, e no fim o empate não foi tão ruim”, analisou.

Lamela foi convocado pelo técnico interino Lionel Scaloni para os dois amistosos contra o México, nesta Data Fifa. Prejudicado por lesões sérias, ele não representa seu país desde setembro de 2016. “Passei muito tempo machucado, foi o que me afastou de estar aqui e de jogar em meu clube. Depois, pude me recuperar bem e jogar com continuidade e bom nível. Tentarei aproveitar esta nova oportunidade”, encerrou.


Os comentários estão desativados.