Herói da classificação do Norwich nos pênaltis contra o Tottenham nas oitavas de final, Tim Krul fez seis defesas, neste sábado, algumas muito boas, e quase conseguiu garantir mais uma disputa de penalidades contra o Manchester United, mas um gol de Harry Maguire, na prorrogação, fechou a vitória dos visitantes, por 2 a 1.

O Norwich saiu atrás do placar, conseguiu empatar e teve um jogador expulso, aos 44 minutos do segundo tempo. Mesmo em inferioridade numérica, resistiu até os 13 minutos da etapa final do tempo extra, após mais uma apresentação honrosa do time de Daniel Farke, que deve ser rebaixado como lanterna na Premier League.

O Manchester United abriu o placar no começo do segundo tempo, depois de uma primeira etapa de poucos acontecimentos. Maguire subiu e abriu com Luke Shaw, cujo cruzamento desviou na defesa, subiu e caiu para Ighalo girar batendo de primeira.

Ole Gunnar Solskjaer havia poupado alguns titulares, mas escalou Bruno Fernandes desde o início, e o português teve mais uma atuação dominante, como se defendesse o Manchester United desde o começo da carreira. Aos poucos, Solskajer foi tirando do banco jogadores como Marcus Rashford e Paul Pogba. O francês entrou três minutos depois de Todd Cantwell empatar com um lindo chute de fora da área.

Timm Klose levou o cartão vermelho por falta na entrada da área de Bruno Fernandes, e Krul garantiu a prorrogação com uma defesa dupla, primeiro com as pernas em chute quase sem ângulo de Pogba, depois com as mãos em tentativa de Greenwood da entrada da área.

O holandês continuou trabalhando durante o tempo extra, barrando duas bombas de fora da área, de Rashford e de Pogba, esta carregada com um efeito que quase o enganou.

Sua grande intervenção na prorrogação foi em uma cabeçada de Maguire, após cobrança de escanteio de Bruno Fernandes, que também testou o goleirão com um chute cruzado e quicando de fora da área.

A dois minutos do fim, Pogba deu um bonito lançamento à área, Martial tocou para o meio, Rashford dividiu, e a defesa do Norwich não conseguiu o corte. Maguire se jogou para completar de perna esquerda e garantiu a vaga do Manchester United na semifinal.

.

.

.