Polícia investiga caso de racismo envolvendo Kolarov em jogo do City

Sérvio teria discutido com torcedor albanês enquanto se aquecia para entrar na partida entre Manchester City e Newcastle

A polícia britânica investiga caso de racismo envolvendo Aleksandr Kolarov durante a vitória do Manchester City sobre o Newcastle, neste sábado. O sérvio teria discutido com um torcedor que portava a bandeira da Albânia na arquibancada do St. James Park, enquanto se aquecia para entrar em campo.

“A polícia de Northumbria recebeu um relatório de linguagem racista durante a partida entre Newcastle e Manchester City. A polícia entende essas alegações como extremamente sérias e iniciou as investigações sobre o incidente”, declarou a instituição, por nota oficial.

As tensões entre albaneses e sérvios são históricas. Em 1912, o exército sérvio invadiu a Albânia durante a Guerra dos Bálcãs. Um ano depois, os países assinaram um tratado de paz, com a Sérvia legitimando a conquista de parte do território vizinho, inclusive a região de Kosovo. Já na década de 1990, as relações voltaram a estremecer, quando os albaneses apoiaram o desmembramento da Iugoslávia. Entre 1998 e 1999, a Guerra do Kosovo envolveu forças separatistas albanesas e o governo iugoslavo, centralizado por sérvios.

Kolarov nasceu em Belgrado, capital da Sérvia. O lateral iniciou sua carreira no Estrela Vermelha, o qual defendeu entre 1999 e 2004. Membros da Delije, torcida organizada do clube, formaram a base do Arkan’s Tigers, força paramilitar sérvia envolvida em atos de genocídio durante a Guerra da Iugoslávia, no início dos anos 1990.