O Liverpool voltou aos treinamentos, ainda com algumas restrições e com grupos pequenos de jogadores. Os clubes receberam autorização para retomar os treinamentos para que possam terminar a temporada, suspensa desde o dia 13 de março e com ainda 92 jogos a serem realizados, somando todos os times e todas as rodadas. O técnico do time, Jürgen Klopp, comentou sobre a sensação de voltar ao trabalho. Para ele, foi como o primeiro dia na escola, o primeiro dia de aula.

“Eu acordei mais cedo que o habitual e percebi que era o meu primeiro dia”, contou o técnico ao site do clube. “Me senti como o meu primeiro dia na escola – para mim, foi 46 anos atrás, mas deve ter sido similar. Eu vesti meu uniforme de novo, e pela razão certa, para ir ao treino”.

Os treinamentos devem ser feitos em grupo de cinco jogadores e as sessões não devem durar mais do que 75 minutos. Foi uma medida aprovada unanimemente pelos 20 clubes da Premier League em uma reunião na segunda-feira, como parte do chamado “Project Restart”, ou “Projeto Recomeço”, que visa voltar aos treinos e, consequentemente, aos jogos para terminar a temporada. A previsão de volta aos jogos é no dia 12 de junho, mas a data ainda pode ser alterada.

“Não sabemos exatamente quanto tempo temos, mas temos algum tempo para nos prepararemos para o resto desta temporada e já para a próxima temporada, porque eu não acho que haverá uma grande pausa entre as duas”, continuou Klopp. “É uma pré-temporada para nós. Nós não sabemos por quanto tempo e não teremos jogos testes ou amistosos. Talvez possamos organizar isso entre nós quando recebermos permissão, mas não será como em outras pré-temporadas”.

O técnico também comentou sobre o período de parada, de nove semanas, mais do que as duas ou três semanas que normalmente os jogadores têm de férias. “É claro, você não pode descansar quando você está preocupado com a situação no mundo, não é da mesma forma que férias”, disse o técnico.

A Premier League fez testes em todos os clubes, tanto em jogadores quanto funcionários. Seis pessoas testaram positivo entre os 748 examinados. O defensor Adrian Mariappa e dois funcionários do Watford e o assistente técnico Ian Woan, do Burnley, estão entre os positivos.

A liga criou um protocolo de segurança para desinfectar todo o material de treinamento, como bandeiras, bolas, cones, traves e até mesmo as superfícies onde serão os treinamentos. Klopp considerou os protocolos “brilhantes” e que sente que seu time poderá treinar em um lugar “muito, muito seguro”.

“Então espero que para todos nós recebamos boas notícias, porque isso sempre significaria que o desenvolvimento foi na direção certa para todo o país e também para a liga”, afirou o treinador.

O Liverpool é líder da Premier League com 25 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, com nove partidas a serem disputadas. Com mais duas vitórias, o time garante a conquista do título, independente de qualquer outro resultado.