Anfield estará lotado e acreditando, mas a tarefa do Liverpool é muito difícil. Perdeu por 3 a 0 no Camp Nou e precisa fazer pelo menos três gols para avançar à final da Champions League, além de barrar o ataque do Barcelona, liderado por um canhoto chamado Lionel Messi. Para piorar a situação, Mohamed Salah está barrado, depois de sofrer uma concussão contra o Newcastle, no último sábado, e Roberto Firmino ainda não se recuperou. A única coisa que resta, segundo Jürgen Klopp, é tentar, e, se não der, cair atirando.

“Há esperança e é futebol”, disse, na entrevista coletiva pré-jogo. “Não estamos em uma situação em que podemos dizer que acontecerá, 100%, mas é futebol. O caráter desses jogadores… dois dos melhores atacantes do mundo não estão disponíveis e precisamos fazer quatro gols para avançar em 90 minutos. Enquanto tivermos 11 jogadores em campo, tentaremos durante os 90 minutos celebrar a campanha da Champions League, dar a ela um final apropriado. Esse é o plano: se conseguirmos, maravilhoso. Se não conseguirmos, que falhemos do jeito mais bonito”.

Klopp rechaçou comparações com o confronto entre Roma e Barcelona, nas quartas de final da temporada passada, quando os italianos perderam por 4 a 1 no Camp Nou e conseguiram ganhar por 3 a 0 no Olímpico, embora seja o mesmo placar que os Reds precisam para pelo menos levar à prorrogação.

“Se você quiser vencer um jogo, precisa respeitar os passos que tem que tomar. Temos que estar prontos para 95 minutos, talvez mais. Você não pode vencer por 3 a 0 em 45 minutos. Temos que defender muito bem e criar muito ofensivamente. Vamos tentar ganhar o jogo. Em um momento específico, se eles nos derem a chance de passar à próxima fase, vamos tentar fazer isso”, disse.

“Junto com nossos torcedores, tem sido uma longa temporada. Há uma pequena chance de ela ser mais longa, mas esses são os últimos dois jogos de uma incrível temporada. Temos que comemorar isso com um bom desempenho em campo e nas arquibancadas”, afirmou. “O resultado em Barcelona não ajudou muito. Tentamos marcar o jogo inteiro. Temos esse resultado e precisamos lidar com ele. Vamos fazer uma tentativa com tudo que temos”.