Sami Khedira é um dos jogadores mais importantes da Juventus atualmente. O meio-campista sofreu muito com lesões no seu período de Real Madrid e acabou deixando o clube merengue de graça, após o fim do seu vínculo, em 2015. Foi para a Juventus, onde recuperou o seu excelente futebol e vem sendo destaque. Na seleção, é titular de Joachim Löw no time campeão do mundo. Aos 29 anos, Khedira mostrou que tem muita ambição para conquistar títulos tanto com a Juventus quanto com a seleção alemã.

LEIA TAMBÉM: Donnarumma foi um monstro, mas o pênalti no último lance determinou a vitória da Juve

Nesta temporada, Khedira tem 33 jogos, quatro gols e duas assistências. Em todas as partidas, o meio-campista foi titular. É um jogador que faz a marcação, mas apareceu muito bem no ataque. Com 1,89 metro, é bom de cabeça e, como bem sabemos desde o 7 a 1, é muito inteligente para fazer tabelas na entrada da área.

“Há bons jogadores, mas não há muitos que sejam melhores que eu neste momento”, afirmou o jogador em entrevista ao jornal italiano La Repubblica, que jogou pelo Real Madrid por cinco temporadas antes de chegar à Juventus em 2015.

“No futuro me vejo viajando. Irei aos Estados Unidos, mas não agora. Quero jogar em alto nível durante muitos anos, me sinto bem fisicamente e mentalmente. Há muitos bons jogadores, mas não há muitos que sejam melhor que eu”, disse o jogador. Meio-campista central, ele parece confiante das suas capacidades e, mais do que isso, confia também na capacidade do time.

“Quero ganhar a Champions League, quero defender o título mundial com a Alemanha e isso não seria possível se eu fosse para os Estados Unidos ou China. Além disso, ganho muito bem aqui”, disse o meio-campista.

“Tenho a idade perfeita, para mim envelhecer é melhorar. Tive muitos pequenos problemas e uma lesão grave quando estava no Real Madrid, mas isso não me prejudicou”, explicou o jogador. Para sair de momentos difíceis, ele afirmou que “teve ajuda de treinadores preparados, medicina alternativa e treinamento visual para conhecer o seu corpo”.

Com o título italiano muito próximo, foi perguntado a Khedira se dá para imaginar o time sendo campeão da tríplice coroa: Campeonato Italiano, Copa da Itália e Champions League.

“Poderia ser o ano do triplete e temos que tentar. No campeonato e na Copa vamos vem. Para ganhar a Champions é preciso ser sólidos, mas também estar em boa fase e ter alguma sorte, é uma combinação de fatores”, disse. “A qualidade nós temos e o grupo está junto”, continuou.

Khedira é, sem dúvida, um dos grandes jogadores da posição. Foi contratado para a Juventus para ser um dos melhores meio-campos do mundo ao lado de Claudio Marchisio – que tem sofrido com lesões – e Miralem Pjanic. A Juventus é uma das candidatas ao título da Champions League.

Nas casas de apostas, a Juventus é a quarta na lista de favoritas, com cotação de R$ 10 para cada real apostado. O favorito é o Barcelona (R$ 3,75), seguido pelo Bayern de Munique (R$ 4,20) e Real Madrid (R$ 6,00).