O Newcastle possui uma relação com o Brasil que se estreitou nos anos 1980. A transferência de Mirandinha ao St. James’ Park, afinal, foi a primeira de um brasileiro rumo à elite do Campeonato Inglês. Desde então, de uma forma ou de outra, os Magpies deram um jeito de se manter em contato com o público geral – seja pelos bons times montados a partir de meados da década de 1990, estrelados por Alan Shearer, ou até mesmo pelos videogames. E esse caráter “multimídia” dos alvinegros serviu para atrair o brasileiro Kenedy, emprestado pelo Chelsea nesta janela de transferências. Ele confessou que sua referência sobre o clube não veio exatamente dos gramados.

Perguntado sobre Mirandinha, o jovem foi bastante sincero em sua resposta: “Sim, eu sei quem foi Mirandinha! Não conheço muito sobre ele, porque sou realmente novo, então nunca o vi jogar. Estou esperando pela estreia e ansioso pela recepção dos torcedores. Farei meu melhor aqui. Quando eu era mais novo, gostava de jogadores como Adriano, Romário e Ronaldo. Eu conheço um pouco sobre a história de alguns atletas e também assisti a um filme chamado ‘Goal!’. É muito bom”. O sorriso acompanhou o brasileiro em diversos momentos da sua apresentação.

Para quem não se lembra, ‘Goal! The Dream Begins’ é um clássico do cinema boleiro. O filme tem o seu tom “Sessão da Tarde”, mas atende bem aquilo que se propõe. Ele conta a história de Santiago Muñez, um rapaz latino que cresce em Los Angeles e tenta a sorte no futebol. Sua grande chance acontece no Newcastle e, não à toa, muitos dos jogadores que compunham o elenco na década passada aparecem no longa – como Shearer, Given, Bowyer, Jenas, Dyer, Carr, Chopra, Ameobi, entre outros. Além disso, vários astros fazem uma ponta na produção. No segundo filme da trilogia, o protagonista se transfere ao Real Madrid.

Kenedy se mostrou animado com as possibilidades em St. James’ Park: “Espero fazer meu melhor e estou realmente feliz em Newcastle. Quando cheguei, vários torcedores vieram me receber e falaram comigo. Fiquei muito contente. Tentarei trabalhar duro e junto com meus companheiros, melhorar junto com eles. Posso jogar em várias posições, então farei meu melhor. É isso que podem esperar de mim. Quando eu era criança, costumava jogar com meus amigos nas ruas e sempre sonhei em estar num clube como este, agora o sonho se torna realidade”.

Usado com mais frequência na ala do Chelsea, Kenedy pode ser um útil acréscimo também ao setor ofensivo do Newcastle. E certamente chega motivado, depois de boas atuações nas copas nacionais pelos Blues, apesar da ausência na Premier League. Aos 21 anos, quem sabe, não pode se transformar em uma versão brasileira de Santiago Muñez com a camisa dos Magpies.


Os comentários estão desativados.