O treinador esloveno Srecko Katanec pediu, nesta segunda, demissão do cargo de treinador da seleção da Macedônia. Segundo Katanec, o estopim para a atitude foi uma discussão travada com o atacante Goran Pandev, no vestiário, pouco antes da partida do time contra a Holanda, pelo Grupo 9 das Eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2010.

Em declaração ao site oficial da federação do país, explicando os motivos de sua demissão, Katanec afirmou: “Não me demiti por termos perdido o jogo por 4 a 0, mas devido ao fato de uma leve discussão que tive com Pandev, no aquecimento, pouco antes da partida, ter criado um ambiente ruim na equipe”.

“Alguns jogadores lançaram suas versões de como o incidente vazou na mídia, e eu não posso aceitar este tipo de comportamento, isso tornou impossível trabalhar com o time”, acrescentou o treinador, de 45 anos, que não especificou o motivo da discussão.

A Holanda lidera o grupo com a pontuação máxima de 15 pontos em cinco jogos, oito a mais que a segunda colocada Escócia, e 11 à frente da Islândia. A Macedônia tem três pontos em quatro jogos, e a Noruega tem apenas dois em três jogos.