Oficialmente declarada uma pandemia pela OMS há dois meses, a crise do Coronavírus suscitou uma apreciação quase sem precedentes pelos profissionais de saúde e outros trabalhadores da linha de frente do combate ao vírus. Homenagens criativas se espalharam mundo afora, e Harry Kane vem agora com a mais recente delas. Em ação elogiável, o goleador do Tottenham comprou o espaço principal de patrocínio da camisa titular do Leyton Orient para estampar a seguinte mensagem: “Obrigado, heróis da linha de frente”.

A escolha pelo Leyton Orient, um clube da quarta divisão inglesa, não é aleatória. Antes de começar sua ascensão pelo Tottenham a partir de 2014, Kane rodou por vários clubes por empréstimo, e o primeiro deles foi justamente a equipe dos arredores de Londres. Em janeiro de 2011, o atacante juntou-se ao Orient, fazendo lá o seu primeiro gol como profissional, em vitória por 4 a 0 contra o Sheffield Wednesday pela League One, a terceira divisão inglesa.

Kane com a camisa do Orient, em 2011 (Divulgação)

A mensagem de apoio aos profissionais da linha de frente no combate ao Coronavírus é apenas uma das estampas escolhidas por Kane. Na camisa reserva, quem ganha o espaço é a Haven House, uma clínica para crianças em estado terminal. Por fim, a camisa alternativa trará o logotipo da Mind, uma instituição de caridade focada em saúde mental.

“Eu nasci e cresci a apenas alguns quilômetros do estádio e estou muito feliz de ter a oportunidade de retribuir ao clube que me deu meu primeiro jogo como titular no futebol profissional. Isso também me dá uma plataforma para poder dizer um grande obrigado aos vários heróis da linha de frente e às instituições de caridade que estão oferecendo cuidados e apoio durante esses tempos difíceis”, afirmou Kane, em declaração publicada no site do Leyton Orient.

Segundo o clube, 10% das receitas das vendas das camisas serão destinadas às instituições envolvidas, e pacientes da Haven House, assim como beneficiários da Mind, receberão ingressos VIP para partidas no estádio Brisbane Road.

Em uma só ação, Kane coloca em evidência os profissionais mais essenciais durante uma luta tão pesada como é o combate ao Coronavírus, além de reforçar suas raízes ao ajudar o clube que foi tão importante para seu início no futebol. Por fim, é um exemplo positivo de liderança que parte do atual capitão da seleção inglesa.