Harry Kane está certamente entre os melhores jogadores do mundo no momento. E para Kobe Bryant, astro da NBA, agora ex-jogador, e fã de futebol, o atacante do Tottenham pode chegar ao nível dos dois melhores do mundo, Lionel Messi e o vencedor do prêmio The Best 2017, Cristiano Ronaldo.

LEIA TAMBÉM: Wembley foi apoteose do Tottenham, que demoliu o Liverpool

Aos 24 anos, Kane se tornou goleador da Premier League nas duas últimas temporadas, além de se tornar um do principais, se não o principal, jogador da seleção inglesa. Ele, aliás, é cotado para ser o capitão do time na Copa do Mundo 2018, na Rússia. Isso, claro, além de um grande número de gols e grandes atuações.

A temporada de Kane até aqui é espetacular. São 12 jogos, com 13 gols marcados. Dois deles no último domingo, quando o Tottenham venceu o Liverpool por 4 a 1, de forma avassaladora. Nas arquibancadas estava Kobe Bryant, que gosta de futebol e elogiou o jogador.

“Eu gosto de futebol e gosto de assistir jogos na Europa. Eu gostei da atmosfera neste jogo e vejo um grande time do Tottenham”, disse o ex-jogador da NBA, cinco vezes campeão. “Kane é bom, muito bom. E ainda acho que ele pode melhorar também porque ele é jovem e há muitas possibilidades à frente dele”, disse.

A Inglaterra não tem um jogador entre os finalistas desde Frank Lampard, em 2005, que ficou com o segundo lugar no prêmio de jogador do ano da Fifa, atrás de Ronaldinho. O último inglês a vencer um prêmio deste foi Michael Owen, que ganhou a Bola de Ouro da France Football, em 2001. Naquele ano, o prêmio de jogador do ano da Fifa foi para Luis Figo, com David Beckham em segundo.

Para Kobe, Harry Kane pode chegar entre os finalistas e disputar com Messi e Ronaldo pelo prêmio. “Ele pode ser como Messi ou Ronaldo, se ele acreditar em si mesmo e continuar trabalhando forte, então ele pode alcançar esse nível. Eu adoro o modo como ele luta e joga”, opinou Kobe.

Com 24 anos e vendo Cristiano Ronaldo com 32 e Messi com 30, é possível que Kane consiga competir entre os melhores em breve. Ganhar é outra história. Mas Kane poderia estar enre os finalistas já em 2017. Afinal, a presença de Neymar como terceiro colocado é bem discutível. O atacante inglês fez uma grande temporada, individualmente, em 2016/17. Poderia ao menos estar indicado.

Ainda há a disputa da Bola de Ouro, que voltou a ser separada da Fifa. Kane está entre os 30 finalistas. Habitualmente, a premiação da revista francesa costumava valorizar mais as atuações dos jogadores e, pelo caráter da votação, acabava por vezes tendo resultados diferentes do prêmio da Fifa. Exatamente como em 2001, quando Owen levou. É provável que Kane não vença em 2017, mas estar entre os três finalistas não seria surpreendente.