A queda de rendimento de Harry Kane nas últimas semanas da temporada não deve assustar a seleção inglesa. Pelo menos essa é a opinião do técnico do Tottenham, Mauricio Pochettino, que garantiu entregar o atacante pronto para defender a Inglaterra na Copa do Mundo da Rússia, em junho. Os ingleses estreiam contra a Tunísia, em 19 de junho. 

LEIA MAIS: A outra semifinal entre Tottenham e Manchester United que entrou para a história da FA Cup

Kane faz outra grande temporada com a camisa do Tottenham, com 38 gols em 45 partidas por todas as competições, e 27 na Premier League. Briga com Mohamed Salah para ser artilheiro da Premier League pela terceira vez seguida. O egípcio tem quatro gols a mais.

No entanto, com dores no tornozelo desde o mês passado, as atuações de Kane foram menos espetaculares. Seu gol contra o Watford, o segundo da vitória dos Spurs por 2 a 0, foi apenas o terceiro nas últimas dez partidas por todas as competições. Mas também o terceiro nos últimos cinco jogos, o que indica uma recuperação. 

“Ele é um cara forte, física e mentalmente. Tenho certeza que ele terá bons desempenhos para nós e sem dúvida chegará em ótima condição para a Copa do Mundo. Ele ainda precisa melhorar suas atuações, mas estou feliz. Ele é um atacante fantástico. Não foi um grande período para ele nas últimas semanas, ele é humano como qualquer um e foi um pouco afetado, mas, com a ajuda de todos, está indo muito bem”, disse Pochettino. 

A vitória sobre o Watford foi importante para o Tottenham abrir cinco pontos de vantagem para o Chelsea, com o mesmo número de jogos, a três rodadas do fim, na briga por vaga na próxima Champions League. 


Os comentários estão desativados.