Depois da quebra da invencibilidade contra o Sevilla, na última rodada do Campeonato Espanhol, o Real Madrid acabou derrotado outra vez, pelo Celta no meio da semana pela Copa do Rei. O jogo contra o Málaga neste sábado era oportunidade de recuperação. E ela veio. A vitória, não a boa atuação. O time passou alguns apuros, mas venceu por 2 a 1 em um dia que Cristiano Ronaldo mais uma vez não teve uma grande atuação. O atacante português teve algumas chances, mas parou nas defesas do goleiro camaronês Carlos Kameni. Só que contra Sergio Ramos, o goleiro não teve a mesma sorte.

LEIA TAMBÉM: O Granada perdeu, mas Andreas Pereira marcou um gol de falta à Ronaldinho em jogo de golaços

Aos 15 minutos, Chory Castro chutou com perigo e a bola foi na trave. Já era um indicativo que o time da Andaluzia causaria problemas aos merengues. A melhor chance do primeiro tempo esteve nos pés de Cristiano Ronaldo, que saiu frente a frente com o goleiro. Só que o goleiro foi esperto, esperou a movimentação do português e fez a defesa na finalização. Nada feito. O placar continuava imaculado. Não por muito tempo, é verdade.

Aos 35 minutos, em cobrança de escanteio de Toni Kroos, Sergio Ramos, de cabeça, marcou 1 a 0. Depois, aos 43, nova cobrança de falta de Kroos, desta vez a bola sobrou quase na pequena área para o zagueiro marcar novamente e colocar 2 a 0 no placar. Um placar que alguns dizem, por vezes de forma jocosa, que é perigoso. Bom, o que se viu foi que o segundo tempo do Real Madrid foi bem devagar. Mas bota devagar nisso.

Assim, o Málaga tratou de aproveitar. Aos 18 minutos, descida pelo lado esquerda com o lateral esquerdo Juankar, que finalizou forte, o goleiro Jesus Navas espalmou e a bola sobrou lá do outro lado, na direita, para o habilidoso meia Juanpi, que dominou e finalizou para diminuir o placar. E como todo bom time que está atrás no placar, ele foi lá buscar a bola para colocar no meio e não perder tempo.

Logo depois do gol, mais uma chance do Málaga e o empate não saiu por pouco. O Real Madrid passou a brincar com o perigo. O jogo que parecia controlado no 2 a 0 se tornou de risco para o time da casa. E a pressão sobre Cristiano Ronaldo aumentou, até pela atuação apagada.

Um erro na saída de bola do Málaga recolocou o Real Madrid no jogo. A bola foi recuada para Kameni, que furou a bola. Ela ia na direção do gol, mas o goleiro correu e tirou. A bola caiu justamente nos pés de Cristiano Ronaldo. Só que o atacante, com pouco ângulo chutou forte para o gol e Kamani defendeu.

Ronaldo ainda teve outras duas chances. Finalizações que não encontraram o fundo da rede. Kameni parou uma, a outra ficou na trave. O português passou em branco. Algumas atuações nesta temporada não foram grandiosas, mas ele marcou gols. Desta vez, não aconteceu.

O Real Madrid, porém, consegue a vitória, mesmo sem uma grande exibição. Consegue manter uma boa folga na liderança, o que é importante pensando em conquistar o título espanhol. Enquanto isso, Ronaldo já começa a sentir o calor de alguns poucos setores da arquibancada o vaiando. Uma cobrança do tamanho do futebol do melhor jogador do mundo em 2016.