Emprestado ao St. Truiden, Daichi Kamada realizou um bom Campeonato Belga na temporada passada. O desempenho valeu para que o Eintracht Frankfurt chamasse o meia de volta e o aproveitasse em seu elenco. Na atual Bundesliga, o camisa 15 não tem se destacado tanto. Já na Liga Europa, Kamada brilha. Depois de comandar a vitória sobre o Arsenal na fase de grupos, nesta quinta ele destruiu o Red Bull Salzburg no início dos mata-matas. Anotou três gols na Commerzbank-Arena e facilitou bem a situação das Águias, com a goleada por 4 a 1.

Antes que a bola rolasse, a partida seria marcada por manifestações da torcida do Eintracht Frankfurt. Os alemães demonstraram seu luto e sua solidariedade aos nove mortos num ataque terrorista de cunho xenofóbico na cidade de Hanau, vizinha a Frankfurt. Antes do minuto de silêncio, o clube anunciou o ato nos alto-falantes do estádio como um “claro sinal contra todas as formas de racismo e extremismo”. Ainda que alguns extremistas tenham desrespeitado o silêncio, a resposta da maioria veio com vaias e gritos de “fora, nazistas”. Já em outra iniciativa, os anfitriões também protestaram contra a Uefa. A entidade proibiu um mosaico planejado pela torcida, que teria sinalizadores, e ameaçou realizar o jogo com portões fechados.

Quando a bola rolou, o Eintracht Frankfurt atropelou. E a participação de Kamada foi essencial. O meia abriu o placar aos 12 minutos, com muita liberdade para finalizar dentro da área. O segundo foi o mais bonito, aos 43, dando um corte seco no marcador e um toquinho na saída do goleiro. Por fim, faria o terceiro no início do segundo tempo, de cabeça. Filip Kostic não passaria em branco e se tornou responsável pelo quarto. Já nos últimos minutos, Hwang Hee-chan converteu pênalti e diminuiu o prejuízo do Salzburg.

Kamada é o segundo jogador japonês na história das competições europeias a anotar um hat-trick. Segue o feito de Takumi Minamino, que registrou sua tripleta na temporada passada, pelo próprio Salzburg. O atual jogador do Liverpool fez três num duelo contra o Rosenborg, na fase de grupos da Liga Europa.

Embalado neste início de 2020, o Frankfurt tenta repetir a campanha fantástica da Liga Europa passada. Nesta quinta, deu um passo firme rumo às oitavas de final. Já o Salzburg lida com o amplo desmanche sofrido nos últimos meses. Ainda que o time tenha resistido às vendas do início da temporada, as saídas de Minamino e Haaland atravancaram os Touros Vermelhos desde janeiro. Ao que parece, o objetivo principal será tentar defender a hegemonia na Bundesliga austríaca, ante a ameaça do LASK Linz.