A líder Juventus deu mais um passeio nesta edição da Serie A. Nem mesmo a rivalidade com a Fiorentina, que vem bem no campeonato, impediu um resultado tranquilo para a equipe bianconera. No Juventus Stadium, um placar de 2 a 0 foi o suficiente para que o time da casa puxasse o freio de mão na segunda etapa.

O domínio ficou estabelecido logo de cara, quando a Juve monopolizou o meio campo e não deu espaços para os contragolpes da Fiorentina. Aos poucos o ataque foi se encaixando e resultou numa jogada mortal: Gonzalo Rodríguez afastou mal um passe longo e deu de graça nos pés de Vucinic. O montenegrino deu alguns passos e soltou uma bomba no ângulo da meta de Viviano para inaugurar os trabalhos em Turim.

Bem que a Viola tentou equiparar o nível, com mais posse de bola (53%), mas na hora de resolver suas ofensivas, não conseguia ter objetividade suficiente. E assim, aos 41 da primeira etapa, Matri completou assistência de Vidal e mandou para a rede. Era o fim das ações na noite, e o que se viu durante o segundo tempo foi uma Juventus tranquila e sem pressa alguma para chegar ao gol de Viviano.

Faltoso, o jogo teve 17 infrações para cada lado, quebrando qualquer tentativa de aceleração no ritmo. No fim, a monotonia foi boa para a líder Juve, que abre seis pontos de diferença para o Napoli, que ainda tem a Lazio pela frente, neste sábado.

Foi a primeira partida em que a Fiorentina terminou sem marcar como visitante nesta Serie A. No entanto, contabilizam três vitórias, três empates e seis derrotas. Desde março de 2008 a Viola não vence a rival fora de casa. Na ocasião, um 3 a 2 no Olimpico de Turim. Com a derrota de hoje, a equipe comandada por Vincenzo Montella estacionou na sexta colocação.