Jogadores e torcedores se unem em campanha para arrecadar fundos a novas buscas por Emiliano Sala

Iniciativa particular ligada à família do atacante visa dar continuidade à procura pela aeronave e contou com o apoio de vários atletas

O desaparecimento de Emiliano Sala tem provocado uma grande mobilização de gente ligada ao futebol. Nas redes sociais, diversos jogadores e personalidades do esporte se manifestaram publicamente, para que as buscas à aeronave do argentino não fossem encerradas. E outro caminho para auxiliar é uma campanha de financiamento coletivo, visando juntar fundos para que ações particulares organizadas pela família de Sala aconteçam sobre as Ilhas do Canal, onde o avião perdeu o sinal. Com a meta de juntar €150 mil, o projeto está muito próximo de atingir o valor – até o momento da publicação deste texto, já tinha mais de 10 mil doações, batendo os €140 mil. E os nomes de vários futebolistas estão presentes na lista de doadores, ao lado de torcedores e outros que se sensibilizam.

Obviamente, nada impede que alguns anônimos usem nomes falsos por lá. Contudo, a maioria dos valores altos, acima de €1 mil, são de personagens do futebol – e, neste caso, fica mais difícil imaginar que seja uma mera brincadeira. Entre estes, por exemplo, aparece o próprio técnico do Nantes, Vahid Halilhodzic. Além disso, há Kalidou Koulibaly, Anthony Lopes, Ilkay Gündogan, Corentin Tolisso, Nordi Mukiele e outros. Já a FIFPro, organização que representa os atletas profissionais no mundo, contribuiu com €5 mil. É o futebol demonstrando sua melhor face e sua união, em um momento de dor a familiares e amigos.

“Esse fundo foi criado em resposta à urgência da situação e à decisão das autoridades de não prosseguir com as buscas. Seu único objetivo, através de uma organização especializada sem fins lucrativos, é ajudar a família de Emiliano e do piloto Dave Ibbotson a continuar a investigação. Obrigado por ajudar com a quantidade que desejar”, escreve a página do crowdfunding, criada pela própria assessoria de Sala.

É importante ressaltar também que, nas últimas horas, surgiu uma notícia de que N’Golo Kanté havia se oferecido para custear as buscas e que as autoridades não haviam permitido a iniciativa particular. O volante, de fato, foi companheiro de Sala durante meia temporada no Caen. Todavia, atrelada como fonte, a página de esportes do jornal The Times garantiu que não deu esta informação. Até o momento, não há confirmação deste fato. De qualquer maneira, isso não nega o esforço coletivo que existe ao redor do argentino.