O Borussia Dortmund e o Bayern de Munique anunciaram que os jogadores irão abrir mão de parte dos seus salários para amenizar a pressão financeira por causa da pandemia do coronavírus. A Bundesliga está suspensa até, no mínimo, o dia 30 de abril, assim como as competições europeias. Ainda não se sabe quando, nem se o futebol irá retornar.

O Bayern tem uma folha salarial pesada, de € 364 milhões por temporada. É cerca de metade do valor das receitas dos bávaros. O Borussia Mönchengladbach foi o primeiro que a anunciar a medida tomada pelos jogadores. Além do Dortmund, outros clubes como Schalke 04, Werder Bremen também tiveram seus jogadores aderindo.

“Este é um sinal valioso de solidariedade”, afirmou o executivo chefe do Dortmund, Hans-Joachim Watzke. O executivo da Bundesliga, Christian Siebert, já afirmou que 56 mil empregos estão em jogo depois da suspensão da liga. Segundo o executivo da liga, mais da metade dos 36 clubes das duas primeiras divisões estão com a existência ameaçada. Siebert ainda afirmou que a perda total somada dos clubes deve ser de € 750 milhões.

Na semana passada, os jogadores do Borussia Mönchengladbach também tinham aberto mão de parte dos salários, segundo informou o clube. Nesta terça, o Dortmund disse que jogadores e comissão técnica da equipe fizeram o mesmo. Os diretores do clube também terão cortes nos salários.

“O Borussia Dortmund economizará dezenas de milhões no total, o que ajudará o BVB como um dos maiores empregadores de Dortmund em meio à crise do coronavírus”, disse ainda Watzke, no comunicado divulgado pelos aurinegros. O dirigente ainda destacou que foi “um valioso sinal de solidariedade ao público e aos nossos 850 empregados”.

Os torcedores organizados do Borussia Dortmund, os chamados ultras, se uniram para criarem ações de ajuda na região. Eles ofereceram serviços às pessoas no grupo de risco, como ir ao mercado ou à farmácia, para que idosos, por exemplo, não precisem deixar sua casa. Mais de € 70 mil foram arrecadados de 86 estabelecimentos na cidade na cidade de Dortmund.