Jesus Navas acertou a volta ao Sevilla. Nesta terça-feira, o acordo foi anunciado, em um contrato de quatro anos. O jogador, de 31 anos, retorna ao clube que o formou como jogador para, provavelmente, encerrar a carreira pelo time rojiblanco. Ele retorna ao clube que o consagrou como uma estrela do futebol espanhol, mas que não conseguiu se confirmar no Manchester City, onde enfrentava uma concorrência acirrada.

LEIA TAMBÉM: Michu confirma o adeus com uma sensível carta: “Obrigado, futebol, meu eterno amigo”

Contratado em 2013 do Sevilla por € 20 milhões. O jogador esteve no clube espanhol por 10 anos antes de se transferir. Estreou no profissional em 2003 e, quando deixou o clube, era a principal estrela do time. Estreou pela seleção espanhola em 2009 e foi para a Copa do Mundo de 2010, entrando inclusive na prorrogação contra a Holanda, na final. Navas também esteve na Eurocopa de 2012. Sem conseguir se destacar no Manchester City, ficou fora da Copa do Mundo de 2014 e da Eurocopa de 2016.

Dispensado pelo Manchester City, Navas volta quatro anos depois para o Sevilla tentando retomar esse brilho perdido. Volta a um clube pelo qual tem 393 jogos oficiais, com 34 gols. É o sexto jogador com mais jogos na história do clube e, se cumprir o contrato até o fim, tem tudo para chegar até o líder, Juan Arza, que fez 414 jogos pelos rojiblancos.

Se conseguir retomar o seu bom futebol, o Sevilla ganha uma excelente opção. Já tem Nolito, tem Pablo Sarabia, Joaquín Correa, Walter Montoya e passa a ter também Navas. Potencial para voltar a ser destaque ele tem. Resta saber se terá o futebol para isso. O que podemos dizer, antes do time entrar em campo, é que o Sevilla se reforçou bem na janela. Trouxe Luis Muriel, Éver Banega, Nolito, Guido Pizarro, Sébastien Corchia, Simon Kjaer e, por fim, Jesús Navas. O elenco é forte. Se o técnico Eduardo Berizzo conseguir repetir o bom trabalho que fez no Celta na temporada passada, o Sevilla tem tudo para ir muito bem.

No vídeo abaixo, o Sevilla anunciou a contratação com um sequestro – falso, claro.