A Juventus não precisou fazer uma atuação arrasadora, mas jogou o suficiente para vencer mais um Derby della Mole. No Estádio Olímpico Gran Torino, a Velha Senhora criou as melhores chances e dominou uma partida truncada. Entretanto, o triunfo por 1 a 0 sobre o Torino só aconteceu graças a um pênalti, originado por um erro bobo de Simone Zaza. Cristiano Ronaldo não quis nem saber e converteu a cobrança, anotando o gol 5 mil dos juventinos na história da Serie A. Os números do artilheiro melhoram ainda mais e a distância dos bianconeri na liderança do campeonato aumenta.

Durante o primeiro tempo travado em Turim, a Juventus não saiu em vantagem por causa de um milagre do goleiro Salvatore Sirigu. Cristiano Ronaldo chutou uma bola à queima-roupa de dentro da área e o goleiro se esticou para espalmar. O problema é que, já sentindo dores nas costelas após um choque na área, o veterano precisou ser substituído por Salvador Ichazo. O Torino daria sua resposta na sequência do primeiro tempo, criando algumas chances e vendo Mattia Perín parar Andrea Belotti, em lance perigoso. A Velha Senhora só voltaria a crescer pouco antes do intervalo, com Giorgio Chiellini dando trabalho a Ichazo, pegando desvio quase sobre a linha.

No início do segundo tempo, o Torino voltou melhor. Que a Juve dominasse a posse de bola, o Toro era mais agressivo e botou pressão. Armando Izzo cabeceou por cima do travessão e Belotti teve um chute desviado que poderia ter entrado. De qualquer forma, não demoraria para os bianconeri acordarem. Blaise Matuidi deu o primeiro aviso, desperdiçando boa chance. Já o gol saiu aos 25 minutos. Em ataque dos juventinos, Zaza tomou à frente e roubou a bola. Todavia, recuou na fogueira a Ichazo e viu Mario Mandzukic sair de frente para o gol. O goleiro cometeu pênalti sobre o croata e Cristiano Ronaldo converteu. O camisa 7 já se iguala a Krzysztof Piatek na artilharia da Serie A, ambos com 11 tentos.

O gol tirou o gás do Torino, que não conseguiu reagir. Pior, poderia ter tomado o segundo gol. A partir de uma cobrança de falta lateral, Cristiano Ronaldo deu uma casquinha na bola e Mandzukic completou às redes no segundo pau. Porém, a arbitragem flagrou corretamente o impedimento do português no início do lance e anulou o tento. Nada que fizesse falta à comemoração bianconera na casa grená.

A Juventus chega aos 46 pontos, inalcançável na liderança. Dependendo do resultado do Napoli, os bianconeri podem fechar a rodada com até 11 pontos de vantagem sobre os celestes. Talvez nem seja a temporada mais impressionante em nível de atuação da Velha Senhora, mas o aproveitamento é incontestável, ainda mais com tantos atacantes aptos a resolver os jogos. Já o Torino perde a chance de se aproximar do G-4 e corre riscos de despencar na tabela. Os grenás ocupam a sexta colocação, com 22 pontos. Venceram apenas um de seus últimos cinco compromissos, em derrocada que brecou a boa campanha até então.