Amantes de torneios mata-mata, os ingleses sempre tiveram uma relação especial com a Recopa, competição europeia extinta há 20 anos. Afinal, como seu próprio nome completo indicava, era uma “copa de vencedores de copa”, a quintessência copeira. Desse modo, é fácil entender como o país se tornou o maior vencedor do torneio, com oito taças levantadas por sete clubes diferentes, superando em uma conquista italianos e espanhóis.

A Recopa ainda proporcionou a clubes como o West Ham, o Everton e o Manchester City suas únicas glórias europeias até hoje, cada qual com seus confrontos épicos na campanha, como veremos. E além dos títulos, em outras cinco ocasiões um clube inglês chegou à final, mas não levou o troféu, o que totaliza 13 decisões envolvendo um time do país – uma a menos que a Espanha, que teve bem menos variedade: só o Barcelona chegou a seis finais.

Relembramos aqui, em detalhes, todas as campanhas inglesas vitoriosas no torneio – absorvido pela Copa da Uefa (atual Liga Europa) a partir da temporada 1999-2000 – e também as equipes que chegaram perto da taça, além de outros momentos marcantes dos clubes do país na competição que deixou saudades no Reino Unido.

Leia o texto completo no It’s A Goal, site do jornalista Emmanuel do Valle sobre futebol inglês.