Nome lendário do Everton, Harry Catterick esteve ombro a ombro com os outros gigantes treinadores do futebol inglês da década de 1960. Naquele período, venceu exatamente o mesmo número de títulos domésticos de Matt Busby no Manchester United e de Bill Shankly no Liverpool. E conquistou mais vezes a liga naquele decênio do que Bill Nicholson no Tottenham, Don Revie no Leeds ou a dupla Joe Mercer-Malcolm Allison no Manchester City.

O treinador nascido em Darlington (no nordeste inglês, perto da divisa escocesa), em 26 de novembro de 1919 – ou seja, há exatamente um século – também detém outra marca notável: é o técnico que somou mais pontos ganhos na elite inglesa naquela década. Apesar disso, seu nome é intrigantemente pouco citado e celebrado até no próprio país quando os grandes mestres do ofício são lembrados. Fora da Inglaterra é virtualmente desconhecido.

Clique aqui para ler o texto completo no ‘It’s A Goal’, projeto do jornalista Emmanuel do Valle sobre a história do futebol inglês.

Além de colaborações periódicas, quinzenalmente o jornalista Emmanuel do Valle publica na Trivela a coluna ‘Azarões Eternos’, rememorando times fora dos holofotes que protagonizaram campanhas históricas. Para visualizar o arquivo, clique aqui.

Confira o trabalho de Emmanuel do Valle também no Flamengo Alternativo e no It’s A Goal.