Técnico do pequeno Burton Albion, da terceira divisão, Nigel Clough tenta o milagre de fazer sua equipe bater o poderoso Manchester City pelas semifinais da Copa da Liga e em seguida levar o clube ao título do torneio. Se conseguir o feito, inscreverá pela quinta vez o nome de sua família no rol dos vencedores. As outras quatro taças foram levantadas por seu pai, o lendário Brian Clough, no comando do Nottingham Forest. E em duas delas, Nigel esteve presente como jogador.

Criada em 1960, a Copa da Liga é um torneio mata-mata restrito aos clubes da chamada Football League, que, na época de sua criação, compreendia as quatro primeiras divisões do futebol inglês. Critério este que não foi alterado nem mesmo com a criação da Premier League, quando os clubes da elite se desvincularam da entidade original, mas seguiram participando da copa. Por esta razão, o Burton Albion – fundado em 1950, mas que só ascendeu à Football League em 2009 – disputa a competição apenas pela décima temporada.

 

O Nottingham Forest, clube no qual Nigel Clough se profissionalizou como jogador e onde atuou por nove anos como um meia-atacante habilidoso, tem histórico bem mais pesado no torneio. Entre o fim dos anos 70 e o início dos 90, sob a batuta de Brian Clough, o clube de East Midlands chegou seis vezes à final da Copa da Liga e conquistou o caneco em quatro ocasiões.

Estes números fizeram com que o treinador escrevesse seu nome na história como maior vencedor da competição, ainda que mais recentemente o escocês Alex Ferguson e o português José Mourinho tenham igualado a marca. Contaremos aqui, passo a passo, as quatro conquistas de Clough – as duas últimas contando ainda com a presença de Nigel no time.

Leia o texto completo no It’s A Goal, projeto do jornalista Emmanuel do Valle sobre futebol inglês


Os comentários estão desativados.