ItáliaSerie A

Primeiro gol de Matías Fernández no Milan foi especial: garantiu vitória sobre o Genoa

Matías Fernández é um jogador com alguma rodagem e que chegou ao Milan para tentar fazer diferença no elenco rossonero, tão cambaleante nos últimos anos. Foi dele o único gol da vitória sobre o Genoa neste sábado em Milão, no estádio de San Siro. Um jogo duro, mas mantém alguma esperança nos rossoneri para chegar a uma competição europeia – a Liga Europa, porque a Champions League está muito longe.

LEIA TAMBÉM: Torino e Inter fizeram um jogaço, mas com um empate que acabou sendo ruim para os dois

O chileno foi contratado em agosto, no último dia da janela de transferências, vindo da Fiorentina. Chegou machucado e demorou a estrear. Só entrou em campo pelo time no dia 6 de novembro, contra o Palermo. Ainda teria mais duas lesões e só voltou a ficar disponível em janeiro. Vinha sendo apenas uma opção de banco nos últimos jogos. Até que chegou a chance nesta partida contra o Genoa.

Jogando pelo centro do meio-campo, o chileno, de 30 anos, foi o autor de um belo gol depois de passe de Lapadula. Ele saiu na cara do gol e tocou com categoria por cima do gol para marcar 1 a 0 ainda no primeiro tempo, aos 33 minutos do primeiro tempo. Foi só o seu sexto jogo na temporada, mas com um gol importante.

Quem mais jogou bem, porém, não foi o chileno, mas sim o argentino Ocampos. Foi o atacante pelo lado e teve ótima atuação, criando chances e sendo sempre perigoso. O espanhol Deulofeu também deu a sua parcela de contribuição, ajudando o time em boas jogadas pelos lado do campo.

O Milan é atualmente sexto colocado na Serie A com 53 pontos, dois a menos que a Inter, quinta colocada. Restam nove partidas para que o rossoneri tente ultrapassar o rival, com direito a um confronto entre os dois times no dia 15 de abril. As esperanças da Inter em chegar à Champions League ainda existem, mas são pequenas. E talvez seja necessário defender a posição para chegar à Liga Europa.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo